quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

E entretanto, no reino da esquizofrenia...

... diz que o partido comunista Português vai apresentar uma proposta de lei para repor os feriados do Corpo de Deus e do dia de todos os Santos. Alguém me explica, por favor? Like a five year old?

23 comentários:

  1. True story: conheci há muitos anos um casal comunista ferrenho, mas casaram pela igreja e baptizaram o filho, porque nunca se sabe, e a sociedade e tal. Não percebo nem tento, lá em casa somos só socialistas (e agnósticos ou ateus, mas coerentes).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Corpo de Deus por vezes dará jeito, sempre se vai até à praia...

      Eliminar
    2. A coerência é muito complicada e não entra nos dicionários da maioria das pessoas. Achei graça ao seu comentário do pai natal, eu não levo tão a peito mas o meu Pai não tolera ouvir falar em pai natal, e então está sempre a corrigir os netos, e a dizer é o Menino Jesus.... Eu também sou pelo Menino Jesus mas com os pequenos também me sai o Pai Natal nalgumas ocasiões, é a questão da coerência, ou falta dela...

      Eliminar
    3. Eu sou pelo menino Jesus, mas a verdade é que o Pai Natal dá uma enorme magia ao Natal. Ainda me lembro do desgosto que apanhei quando percebi que eram os meus pais que traziam os presentes, fui dar com um saco cheio deles no vão da janela de um quarto de arrumações, onde não era suposto ter entrado. Nunca mais acordei às 6 da manhã, impaciente para que fossem 9 horas e pudesse acordar os meus pais. Lá em casa os embrulhos só se abriam dia 25 de manhã.

      Eliminar
    4. Há poucos dias uma amiga contava-me que quando se casou a ridicularizaram veemente (amigas suas do Bloco de Esq) pelo acto de se casar, mas que são fervorosas adeptos do casamento homossexual.
      AnaB

      Eliminar
    5. Pois era normal ridicularizarem uma coisa que não podiam ter, acusando-a de tradicionalismo e costume burguês. Eu percebo e apoio que queiram os mesmos direitos, não fazia o menor sentido serem discriminados fiscalmente, em termos de heranças e o diabo a quatro, só não percebo por que razão deixou o casamento de ser burguês e tradicional. Mistérios...

      Eliminar
    6. O casamento não é tradicional e burguês, isso é o matrimónio. O casamento é um contrato civil. Há muita gente que confunde casamento e matrimónio, nomeadamente os católicos. O facto de duas pessoas do mesmo sexo poderem casar não significa que possam contrair matrimónio (essa doença estranha e debilitante, que começa com flores e rendinhas e acaba com um ébrio a dançar com um leitão assado, de óculos e cachimbo)

      Eliminar
    7. Izzie, depois de soltar uma gargalhada só me apraz dizer-lhe que deverá ser convidada para uns matrimónios sui generis.

      Eliminar
  2. Mas os comunistas não podem ser católicos?

    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, os estados comunistas proclamam-se ateus, além de se oporem activamente à religião muitos perseguem-na ou proíbem-na. É ver o que se passou na antiga União Soviética e olhar para o que se passa na China ou Coreia do Norte.
      Um comunista cristão é mais ou menos como o Pai Natal.

      Eliminar
    2. Podem, claro, mas a "luta" por esses feriados não deixa de ser bizarra. Há outros para repor..o 1 de dezembro, por exemplo.

      Eliminar
  3. Sempre pensei que Jesus Cristo fosse comunista. De direita na˜o seria, certezinha abosluta!

    ResponderEliminar
  4. Eu sempre ouvi dizer que o primeiro comunista foi Jesus Cristo....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A resposta serve para os 2 anónimos,
      O comunismo é bastante mais que a redistribuição da riqueza e o Estado social. Nos países verdadeiramente comunistas é uma ditadura com repressão de todas as liberdades individuais. Duvido muito que Jesus Cristo defendesse uma coisa dessas.

      Eliminar
  5. Se é para voltar a ter mais feriados acho bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basicamente, isto funciona por temporadas. De vez em quando aparecem os Corvos, as Matildes, as Sheilas, and so on. Depois desaparecem e dão a vez a outro. Agora é a época da Pipoca Arrumadinha.

      Em ânsias para saber o que virá a seguir...

      Eliminar
    2. Depende do ponto de vista, mas ok, ficamos assim, leve lá a taça.

      Mas, se veio para ficar, se a época está para durar, procure lá onde fica a virgula aí no seu teclado e passe a usá-la, se fizer o favor, que isto assim fica de muito difícil leitura.

      Eliminar
  6. Um comunista a sério não é lá muito católico, mas já viu que lógica teria se pedissem de volta o 1o de Dezembro que tem escrito "Monárquico" all over it ?
    Um feriado é um feriado, e sendo a religião o ópio do povo, junta-se o útil ao agradável. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser algo do género de "fecha os olhos e faz a cruzinha"
      A restauração tem a ver com a independência, do pais, muito mais que com a monarquia, seria bem mais lógico pedirem-no que andarem a pedinchar um feriado religioso.

      Eliminar
  7. Miga, é esquizofrenia. É uma palavra grave, não é esdrúxula.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.