quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Pergunta a Assunção Cristas

E sapatos, quantos posso ter? As botas de ski contam como sapatos? E as pantufas? Agradecida.

19 comentários:

  1. Dois post de seguida de acordo nunca aconteceu!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há sempre uma primeira vez. Até para concordar comigo.

      Eliminar
  2. Qualquer dia ainda temos de escolher os atacadores que eles querem ter está bonito!

    ResponderEliminar
  3. Vocês estão-se todas a abespinhar por uma coisa de nada e nem sequer vos passa pelas cabeças o drama terrificante que vos aguarda.
    Mais gato, menos cão, mais papagaio, menos periquito, pois sim! Isso é coisa menor e de somenos importância para o Tsunami que se perspectiva nas vossas vidas. Já imaginaram, só mesmo hipoteticamente conjecturando, as medidas drásticas aconselhadas pela Troika a fim de suprimir gastos físicos desnecessários e consequentemente maior produtividade laboral, e que são relações sexuais duas vezes por semana, em cadência única a ritmo moderado, e tolerância 0 para mais de cinco minutos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porra! Nem uma aceleraçãozita de quando em vez?

      Eliminar
    2. Não! Gestão de esforço a fim de eficiente produtividade laboral.
      Ao jeito do porco-espinho: moderação, calma e muito devagarinho.

      Eliminar
  4. Mau, mau!
    Com os sapatinhos é que ninguém brinca, está bem?

    ResponderEliminar
  5. Agora esteve mal. nao se comparam animais com sapatos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava a ver que ninguém se insurgia contra isso. Obrigada.

      Eliminar
  6. E as baratas? Isto também inclui as baratas? Que nÉrvEs... Ninguém me esclarece este ponto...

    ResponderEliminar
  7. Mais importante ainda : podemos ter cuequinhas, uma para cada dia da semana, ou limitamo- nos a ter 2 pares por habitação ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai credo, 2 pares por habitação?! Pode ser antes 2 pares por pessoa, por habitação? É que dava-me um certo jeito usar cuecas todos os dias...

      Eliminar
  8. Eu tenho piolhos!!! E agora????

    ResponderEliminar
  9. O meu filho tem bichos carpinteiros, tenho de o pôr fora de casa?

    ResponderEliminar
  10. E como fazemos quando as osgas nos entram em casa?

    Meu Deus ...Estou cheia de dúvidas....

    ResponderEliminar
  11. Eu, por norma concordo com o que aqui escreves mas hoje vou discordar (não nos sapatos mas nos animais) - quem não conhece os "amantes de animais" (coloco entre aspas porque não os considero pessoas que realmente amem animais) que têm demasiados em sua casa? E já nem me refiro às questões de saúde pública em que estão em causa para os outros inquilinos mas as próprias condições de vida em que estão os pobres animais. Já vi casos de labradores, pibulls, rottweilers que são mantidos quase em cativeiro,em apartamentos minusculos, que vêm a luz do sol de ano a ano (ou menos drástica - no fim de semana - os casos são reais), um apartamento que albergava 20! gatos. Sim não me enganei - vinte. O cúmulo que já vi foi terem criado um porco numa banheira.
    E isto, também deveria ser algo a ter em consideração. Quem ama um animal não o vai submeter a certo tipo de atrocidades só para poder encher o peito e dizer "eu sou tão boa pessoa -até tenho X, Y e Z tenho 2 cães, 4 gatos, 3 canários,etc"... isso eu também não acho correcto. Acho que tudo deve ter o seu equilibrio. Ter 2 cães é muito relativo. Se for 2 cães de porte pequeno, com determinadas características, num espaço X pode ser suficiente mas ter 2 cães como labradores nesse mesmo espaço é atroz. Principalmente se não os levarem à rua diariamente e os deixarem queimar a energia que têm.

    Acho que, se as pessoas pensassem nos sentimentos dos animais antes de meterem tudo em casa viveríamos num país melhor, com provavelmente muito menos animais abandonados e maltratados. Porque, sim, muitos desses "amantes de animais" são na realidade pessoas que lhes dão muitos maus tratos - mesmo inadvertidamente, por ignorância, por desleixo,...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu concordo com tudo o que disse. E acho que a lei nunca teria pernas para andar, visto que além de exigir fiscalização (impossível quanto mais não seja porque ninguém é obrigado a abrir a porta de sua casa), estava mal feita - na verdade o que interessa é as condições em que os animais vivem e se incomodam ou não os vizinhos.
      Mas o que me irritou foi tentarem vir meter o nariz no que tenho ou deixo de ter em casa, vão lá ser controladores para o raio que os parta.

      Eliminar
    2. Sim nesse aspecto concordo e compreendo o que queres dizer :)

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.