quarta-feira, 18 de setembro de 2013

A coragem do anonimato

Em criança ensinaram-me a dar a cara pelo que fazia, por muito que custasse, mentir não era opção. Mostraram-me que a verdadeira coragem significa ter medo e ainda assim fazer, que ter medo era normal, que era de valor enfrentá-lo. Sempre soube que havia um abraço à espera, uma mão que se apertava mais forte, no antes e no depois, tanto mais forte quanto maior o medo. E foi assim que foram enfrentadas todas as consequências dos disparates juvenis. E foi também assim que fui desenvolvendo pouco respeito pelos delatores, asco até, quando a delação era feita no anonimato.
Há uns dias recebi um comentário, anónimo, especialmente mesquinho, dizia a ilustre comentadora que as donas Joaquinas que me tentavam enervar eram meia dúzia de bloggers, que por aqui passam, dois dos quais a quem acho particularmente piada.
Se a Picante talvez lhe respondesse mordazmente, já a autora tem uma postura ligeiramente diferente, é que a gente básica e nojentinha só me apraz dizer que vá para a real puta que a pariu. E que não volte.

81 comentários:

  1. Deixa lá. Mais vale ignorar e mandá-las para a real puta. Venenosas mentirosas já eu conheço à distância. ;)

    ResponderEliminar
  2. Mas isto não são só blogues?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São só blogs, mas este comentário foi verdadeiramente mesquinho e venenoso. Um asco.

      Eliminar
    2. São só blogues para alguns, para outros são o sustento e para outros ainda são a razão do seu viver...vamos lá a ser sérios.

      Eliminar
  3. COMO? Desculpe? E é a menina, que tem um blogue no mais profundo anonimato, que vem dizer isto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E este anónimo é quem? É que se se fala de identidades - conceito 'difícil' e não muito fácil de definir no mundo da blogosfera - não terá muito crédito comentar ou apresentar-se como anónimo.

      Eliminar
    2. Se não percebe a diferença é porque realmente não a quer perceber. Eu comento sempre como a mais Picante, em qualquer sítio onde queira comentar. Logo, todo e qualquer comentário que faço é relacionado com a minha pessoa.
      Já o seu é o das 10.35h. Não há nenhuma diferença nisso pois não? Tem a certeza, pois tem?

      Eliminar
    3. E depois? Em que é que isso as torna diferentes? Lá porque se designa sempre por Picante, isso identifica-a? São tão anónimas uma como a outra. Assuma o seu anonimato de uma vez por todas!

      Eliminar
    4. Acho-lhe um piadão! Sempre que lhe dizem o que não quer ouvir, lá vem o "não entende porque não quer". A razão assiste-lhe em toda a sua plenitude e os outros é que são retardados, que nunca entendem nada.Porque não querem.

      Eliminar
    5. Anónima das 11.08h (que ironia senhores, que ironia...). Ou é burra, ou teima em não querer perceber. Qualquer que seja o seu caso não vale a pena insistir. Leve a taça.

      Eliminar
    6. Lamento discordar mas o uso de uma personagem fictícia é na mesma anonimato.

      Eliminar
  4. E é por estas e por outras que gosto tanto de si!
    Anonimato é uma coisa reles e sem coluna vertebral; é um bicho que rasteja e sibila no escuro.
    E sim, gente mesquinha, real puta que as pariu!
    Bom dia Mais Picante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas, Sexinho... A Picante é anónima! Se não o é para si, é-o para a blogosfera!
      Então se o Anonimato=coisa reles, a Picante=coisa reles?

      Eliminar
    2. Não meu querido/a Anónimo, a Mais Picante é uma "anónima" apenas por não mostrar a cara e por não a conhecermos (eu, infelizmente, também não a conheço) mas conhecemos o nome " Mais Picante" e se, e, quando a Mais Picante comenta fá-lo com este nome "Mais Picante". Logo, existe um blog associado a quem, eventualmente, é atribuído comentário, a opinião, o parecer. Tal como se fosse uma pessoa real, de carne e osso, poderemos dizer "Ah, fulana de tal disse que..." ou, não gosto daquela pessoa porque ela é, diz, ou faz" ou "gosto muito do que fulana de tal diz ou faz".
      Um Anónimo que assina como anónimo e que comenta como anónimo é alguém de quem não sabemos o nome e que escudado nesse anonimato acha que pode dizer cobras e lagartos e sair sempre impune. Escudado desta forma pode apoiar ou criticar opiniões que de outra forma não teria a coragem de o fazer sob pena de (penso que neste caso se deva só e apenas a isso) perder visitas no seu blog ou ver o seu nome (o nome do blog) envolvido na contenda e sofrer as devidas represálias. Há um mundo de diferença entre emitir a sua opinião "às claras" assinando com o nome do seu blog, e entre esconder-se atrás de nome nenhum. E isso sim, para mim é reles. Eu sou Sexinho, do Sexo e a Idade e honro-me a mim e ao meu blog quando suporto e sustento as minhas opiniões com o meu "nome" às claras! Tal como faço fora da minha vida virtual. Gosto de algumas bloggers, já aqui o disse, que alimentam alguma animosidade entre si, preferia que não o fizessem porque eu sou mesmo é de paz e de rir, mas acima de tudo respeito as opiniões e as posições de cada uma. Laisser faire, laissez passer. Anónimo, só uma pergunta, nessa sua sequência de ideias "Anonimato=coisa reles, a Picante=coisa reles", serei então eu para si também Sexinho = coisa reles?

      Eliminar
    3. Sexinho, assino por baixo!

      (é por estas e por outras que o Sexo e a Idade (assim como A Mais Picante) estão na minha lista!)

      Eliminar
    4. Não, Sexinho, nada disso.

      Vamos por partes: apetecia-me imenso escrever uma resposta longuíssima, cheia de detalhes e com toda a minha posição sobre o tema, mas não tenho mesmo tempo para isso e, sinceramente, nem acho que valha o esforço (não é por si, é pelo tema). Assim sendo, vou resumir.

      Não, não a acho reles. Pelo contrário gosto muito de si (tanto quanto se pode gostar de alguém que não se conhece). Precisamente porque o seu blogue não é reles. É um blogue divertido, onde muito se aprende, se viaja, onde tantas vezes nos comovemos, onde sabe bem estar e apetece sempre voltar. Não ofende nem melindra ninguém. Em resumo, o que todos os blogues deveriam ser. (aproveito para desejar – com sinceridade - as melhoras da sua mãe)

      Mas, infelizmente, não é o que se passa com o blogue da nossa anfitriã. É um blogue de maledicência pura, que mesma gosta de apelidar de ironia. Ambas sabemos que não é. A Sexinho foi a própria a dizer que ela “alimenta animosidades”. Fá-lo da forma mais cobarde possível: sob anonimato. Porque se alguma dessas bloggers (ou donas Joaquinas ou quem quer que seja) se sentir ofendido ou melindrado com as palavras desta menina, como é que pode defender? O que é pode fazer? Engolir em seco, não é?

      Ela, a Picante, pode pura e simplesmente eliminar/não aceitar comentários que não lhe agradem. E os visados no blogue dela? Que podem fazer? Note que ela não se limita a comentar pela blogosfera com o pseudónimo que criou, onde os comentários dela podem ser rejeitados nos blogues onde ela vai. Não, ela foi mais longe. Ela criou o seu próprio blogue para poder envenenar à vontade, sem que os visados se possam defender/eliminar as provocações dela.

      Deixe-me, só para terminar, que lhe diga que pode haver “n” motivações para se comentar em anónimo e cada um sabe porque o faz. Não tem que ser sempre a cobardia (embora muitas vezes seja, sim). Até porque é facílimo criar “n” perfis para ir comentando consoante as conveniências e, como a Sexinho diz, ficar-se sempre bem visto, tenha-se ou não blogue (aproveito para esclarecer que não tenho) e seja ou não a quantidade de visitas a motivação para comentar. Note que dizer-lhe que o meu nome é Cristina ou Madalena ou Francisca ou…, não faz de mim menos anónima. Porque pode ser ou não. Porque na vida virtual as pessoas são como fora dela: nem sempre sinceras. Há as que são e as que nem por isso. Um perfil não é, por si só, garantia de coragem e valentia.

      Continuarei a ler o seu blogue, de que gosto muito, fazendo votos de que não enverede pela linha do blogue da Picante e renovando o desejo de melhoras da sua mãe.

      (Picante, escusado será dizer que se rejeitar este comentário, ele irá direitinho para o e-mail da Sexinho)

      Eliminar
    5. Anónima não seja tola. Qualquer pessoa que se sinta ofendida pode vir aqui dizer de sua justiça. Eu publico praticamente todos os comentários. Ou, em tendo blog, pode defender-se no seu próprio blog, à semelhança do que a Polo Norte ou o HSB fizeram.
      E se este blog é tão reles assim, não percebo porque vem cá. Gostar de coisas reles não faz de si muito elegante.

      Eliminar
    6. Agradeço e retribuo. Elegância é a palavra que me vem à mente quando penso em si.

      Eliminar
    7. Querido/a Anónimo (e quando digo querido/a quero mesmo dizer querido/a) antes de mais quero agradecer-lhe as boas palavras que me escreveu. Todos queremos (eu quero) que o nosso blog seja apreciado mas vê-lo dito assim foi um orgulho e um carinho. Obrigada também pelas melhoras para a minha mãe (ela está aqui ao lado que não descola, a mandar beijinhos).
      Que lhe posso eu dizer mais? Eu tenho razão (não toda claro está que ninguém é dono da razão), o/a Anónimo/a tem razão em muito do que diz mas também não a tem toda; concordo em absoluto consigo quando refere que "...na vida virtual as pessoas são como fora dela: nem sempre sinceras. Há as que são e as que nem por isso. Um perfil não é, por si só, garantia de coragem e valentia."; agora não posso concordar que este blog da Mais Picante seja maledicência pura; acho que não é mais do que uma linha editorial que a nossa Mais Picante escolheu para demonstrar aquilo com que não está de acordo, ou demonstrar um ponto de vista. Se é mordaz? Muito! Se alguma vez foi mal educado? Nunca! Se é pespineta? Por demais! Reitero o que disse lá acima, preferiria mil vezes que não houvesse esta animosidade mútua. Gosto muito da Mais Picante mas não me sinto por um momento sequer obrigada a dar-lhe o meu amén a tudo o que escreve (acho que nem a Mais Picante gostaria que eu o fizesse) e quando não gosto, ou dou a minha opinião ou, se não tiver nada de bom ou de novo a acrescentar, não comento. Cada um tem a sua forma de estar e faz do e no seu blogue aquilo que quer. Do que tenho visto, a menos que o comentário seja (muito) mal educado, ou ofensivo para outrém, todos são publicados. Verdade também que em tendo blogue, o atingido pode sempre esgrimir argumentos no seu próprio blogue.
      Fico triste por ver duas pessoas educadas (o/a anónimo/a e a Mais Picante) a agredirem-se mutuamente sem necessidade alguma; afinal isto são só blogues.
      Mais uma vez obrigada pela forma como se referiu e descreveu o meu blogue ( e seja sempre muito bem vindo/a).

      Eliminar
    8. Não me sinto minimamente agredida e não me parece que tenha agredido alguém.
      Caramba já me falta a paciência para esta retórica da maledicência. Esta conversa já enjoa. O blog pretende ser assim mesmo, irónico, e ao que sei não há ironias sem alvos. Não gostam? Estão no vosso direito, embora não entenda porque passam cá a vida.
      Se percebo perfeitamente que haja a quem não agrade esta linha, já me custa mais a entender que haja tanta virgem ofendida, armada em Joana d'Arc. Se os visados escolhem ignorar, porque raio ficam as suas devotas tão ofendidas?
      E Anónima, repito que se os alvos se sentissem ofendidos poderiam comentar aqui. Eu publico praticamente todos os comentários, como poderá constatar indo aos vários posts. Gente a dizer que não concorda comigo é coisa que não falta, basta abrir um post ao calhas. Apenas deixei de publicar o cansativo "tu és uma venenosa, tens é inveja e falta de homem". Mas fica a saber que 90% dos comentários que rejeito são a achincalhar a S* (coisa estranha já que ela não diz mal de ninguém e se limita a falar da sua vidinha).
      Mais... se for honesta, concordará que os comentadores se excedem muito mais que eu, nisto de gozar com outrem. E eu continuo na minha: se é ok gozar a Judite de Sousa ou a Margarida Rebelo Pinto, figuras públicas, também é OK brincar com as hit bloggers, também elas figuras públicas (mesmo que se não lhes conheça os nomes reais).
      Finalmente, eu brinco, aponto incoerências, gozo abertamente com a publicidade encapotada ou com a exposição de crianças para crescimento de egos. A Polo Norte, só para lhe dar um exemplo, achincalhou barbaramente a MRP. Também foi lá dizer-lhe isso?

      Eliminar
    9. Sexinho/Picante:

      Por todo o respeito que a Sexinho me merece, não vou alongar esta discussão, o que, aliás não faria sentido, uma vez que já expusemos as três os nossos argumentos. Não posso, no entanto, deixar de realçar a classe com que a Sexinho me respondeu, bem exemplificativo da pessoa que (certamente) é.
      Ainda assim, não posso deixar de frisar que mantenho a minha opinião sobre a linha deste blogue. Falta de educação não é só insultar alguém de forma acintosa. Alinhando as palavras de forma astuta e manhosa, pode ser-se muito mal-educado de forma bem subtil. A sobranceria, superioridade, arrogância e falta de humildade com que a Picante se refere, seja às Bloggers que ataca, seja às donas Joaquinas, é, quanto a mim, muito mais insultuosa e ofensiva do que a maioria dos comentários anónimos que por aqui vejo e que pretendem ofendê-la. Porque é a ofensa feita pela calada. Ou, usando as suas próprias palavras, que estão para aí mais abaixo, é a facada nas costas quando é muito mais honesto e frontal a estalada na cara.

      Já agora, e já que me questionou directamente quanto aos ataques perpetrados pela Pólo Norte, toda a gente sabe que ela é destrambelhada, diz tudo o que lhe vem à cabeça sem complexos e usando a maior frontalidade. Se acho correcto? A maior parte das vezes não, mas ela é tão directa que é quase impossível alguém se melindrar com aquilo. Já a Picante, tudo em si é intuído, é subterfugio, são palavras sugeridas e não ditas, enfim… facadas nas costas. Mais: vai espicaçando e envenenando post atrás de post e depois mostra-se muito ofendida quando os posts dão origem a posições extremadas. Como se não tivesse sido a Picante, na sombra, a provocar essas reacções inflamadas. Os comentadores excedem-se, sim, mas foi a Picante que os picou, desculpe a redundância. E é isso que acho profundamente condenável em si. Isso, para mim, é que verdadeiramente nojento.

      Por ultimo, dizer apenas que julgo de toda a utilidade a Picante continuar a seguir o blogue da Sexinho. Pode dar-se o caso de vir a aprender com ela como um blogue deve ser.

      (Picante, já sabe: se não publicar, o comentário vai direitinho blá, blá, blá… Nem é por nada, desculpe lá, é só porque acho que me assiste o direito de resposta)

      Eliminar
    10. Caríssima, se a si lhe assiste o direito de resposta, a mim assiste-me o direito de rejeitar o que bem entender por aqui. O espaço é meu. Deixe-se dessas ameaças, que não é por isso que publico o que quer que seja.
      E a sua lógica carece de fundamento. Para si está certo alguém ofender ostensivamente chamando nomes, só porque é destrambelhada. Mas quem ironiza friamente dá facadas nas costas. Está certo, tem direito a pensar o que lhe apetecer. Como eu tenho direito de achar uma tolice. Facadas nas costas? Pois se está tudo aqui para quem quiser ler, mais claro só se pespegasse aqui os links, coisa que não faço porque 1) perderia metade da piad; 2) há posts que ninguém relaciona com o alvo porque é mesmo assim que eu quero.
      E repito, se isto tudo é tão insultuoso fica-me a dúvida porque passará aqui a vida. Dúvidas, a minha vida é isto.

      Eliminar
  5. Eu não conheço os termos em que esse mail foi escrito, acredito que fosse realmente ofensivo e mesquinho e que por isso a Mais Picante ficou revoltada, mas essa teoria não me parece descabida, e eu já dei por mim muitas vezes a pensar o mesmo.

    As únicas pessoas que dão importância aos blogues são essas "blogueiras" pseudo-famosas.

    Quem considera que perder tempo com comentarios ofensivos, venenosos e mentirosos é tempo bem perdido? Na minha opinião apenas as pessoas que dão importância a esses comentários, logo elas mesmas. Eu acho mesmo que elas andam a picar-se umas as outras e de caminho vem cá também, para se ofender mais um bocadinho e aproveitam para se defender também, mas, claro, sem "mostrar a cara".

    AnaMaria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Maria,
      O mail dizia que os comentários eram feitos por bloggers que aqui escrevem enquanto bloggers, que até parecem concordar comigo, mas que depois voltam cá como "anónimas" a desfazer. Era venenoso e cobarde.
      E as bloggers com quem brinco nunca cá viriam a coberto de anonimato. Posso discordar delas em muitas coisas mas a SMS, a Polo Norte ou a mais Doce, por exemplo, jamais entrariam aqui como anónimas, não me parece ser do feitio delas. O que têm a dizer dizem ou então ignoram.

      Eliminar
    2. Blogguers com quem "brinco"?
      Chama "brincar" ao que faz?

      Eliminar
    3. A SMS, Sónia Morais Santos, a Polo Norte, Liliana Sintra e a Pipoca, Ana Garcia Martins nao são anónimas! Toda a gente sabe quem são e lhes nomeia os nomes e conhece a cara.

      Já a mais picante, que se auto-intitulou pipoca para ter leitores, mas desistiu entretanto porque já nao precisa e houve quem a picasse verdadeiramente com isso (moí meme incluída, claro está) que tem um blog sem conteúdo absolutamente nenhum que nao seja pegar no que dizem e fazem as outras bloguers para dizer mal..

      Eliminar
    4. Ora bem... excepção feita à SMS, que não me lembro quando deu a cara, as outras não são anónimas desde quando? Lembra-se?
      Bonita teoria a sua, quer isso dizer que todos os restantes bloggers são anónimos. Escrevem sob um nome (diz que se chama a isso pseudónimo) mas são anónimos, apesar de poderem ser responsabilizados pelo que escrevem. Está certo.

      Eliminar
  6. Felizmente ainda não tive anónimos venenosos no meu blog, mas também ainda é um blog pequenino :)No entanto, se for para ter la anónimos maldizentes prefiro que não cresça.
    Boa sorte e tem paciência com essa comunidade reles de anónimos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A maior parte dos anónimos não são reles, tive vários posts com discussões bem interessantes e educadas. Razão pela qual não fecho os comentários do blog aos anónimos.

      Eliminar
  7. Como era expectável, o meu comentário que lhe explicava o que eram os anónimos que a visitavam, não foi publicado. Era ofensivo?
    E não, juro que não sou a anónimo que lhe enviou o mail, nem sabia mas aproveitei o assunto para lhe mostrar, a si e a todos os blogues assediados pelo anónimos, quem são esses na realidade. Acho que fez mal em não publicar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O assunto está encerrado. Eu não acredito nem por 1 segundo que bloggers como a Sexinho ou a Palmier cá viessem deixar insultos sob anonimato.
      Se leva assim a vida é consigo. Não são os amigos que nos lixam, são os conhecidos a quem damos oportunidade para isso. Não ser lixado é uma questão de antecipação.

      Eliminar
    2. Então, Mais Picante... Anónimo, is my middle name! Palmier Anónimo Encoberto! Quero os meus créditos, ok?!



      (P.S. Mais que levantar aqui considerações de ordem ética, tenho a dizer a este/a anónimo/a que nunca poderia ser D. Joaquina... é que eu tenho um profundo amor aos meus neurónios... e, para fazer comentários do calibre daqueles que, às vezes, vemos por aqui, teria de me submeter a uma electrocussão cerebral... coisa que não me dá assim grande jeito...)

      Eliminar
  8. Pipoca, eu acho que seria muito interessante a pipoca publicar o comentário do anónimo das 13:32, porque pela maneira que ela fala, alguma coisa se ia saber sobre os anónimos.

    ResponderEliminar
  9. "Tantas curvas e eu sem travões."
    Da série: "Um Piropo Por Dia Nem Sabe O Bem Que Lhe Fazia" #7

    ResponderEliminar
  10. Seja lá quem for que dá voz às D. Joaquinas que me perdoe(m) mas, minha(s) querida(s) desde que se andou(andaram) toda(s) a besuntar em margarina que está(estão) uma real e autêntica SECA! Não há argumentos melhores? Mudem a cassete p'amor da Santa!

    ResponderEliminar
  11. Por falar em putas parideiras, hoje está uma ventania dos diabos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elas fazem vento a parir? Ou escolhem os dias ventosos para parir? Aí que estou confusa.

      Eliminar
  12. A pipoca precipitou-se ao nomear nomes, porque eu não falei em nomes. Não sou a anónimo que lhe enviou o mail e sou a anónimo das 13:32 que aproveitei para dizer de algumas dúvidas que tenho a respeito dos anónimos e nunca mencionei o nome Palmier, que é das poucas pessoas que nunca nomearia, mas quem não for estúpido sabe muito bem que os anónimos são inimigos pelas costas e são os amigos pela frente. Se não querem aceitar esta verdade, é convosco.
    Querem que vos diga mais? Fiquem a saber que eu tenho um blog sério que às vezes vocês comentam e eu venho comentar, e quando me apetece rir um bocado venho aqui e ao da Palmier e ao da S* meter um bocado de veneno.
    Agora todas virem dizer que não, Deus me livre de eu fazer uma coisa dessas, corror e coisa e tal, oh minhas queridas todo o mundo é muito sério mas a menina engravidou e nem sabe quem é o pai. Ihih...
    E não se armem em espertinhas porque quem não é estúpido sabem muito bem mudar o estilo da escrita, e pode imitar qualquer um... em calhando. DDDD...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora fiquei a pensar...pensando bem, porque não? è perfeitamente possível, acho eu...

      Eliminar
    2. Não podendo deixar de admirar a lucidez deste comentário, quero acrescentar que a Picante mostrou toda a sua estupidez (pronto: comentario rejeitado...) e desnorte (sobretudo desnorte) ao:
      1 - nomear pessoas (no caso bloggers);
      2 - referir lá em cima "não são os amigos que nos lixam" (esta, então, é de uma ingenuidade que nem parece dela)

      Foram dois rasgos que lhe sairam tão ao lado que nem me dei ao trabalho de comentar, mas agora não consegui deixar de o fazer. Cuidado, Picante, está a ficar desorientada.

      Eliminar
    3. Ihihih. Os amigos é que nos lixam, porque toda a gente é invejada, e os amigos como são amigos nunca se desconfia deles.
      Pela lógica da Mais Picante, os nossos amigos são todos boas pessoas e os nossos inimigos são os maus.
      Mas pare e pense um bocadinho. Os nossos inimigos são amigos de outros e para esses são boas pessoas. E os nossos amigos são inimigos de outros e para esses são más pessoas. Já pensou?

      Eliminar
    4. Para Ser Iluminado e Pensante, ainda falta à nossa Picante percorrer uma boa parte do caminho. Ou então é como diz aquela ali em cima: desorientação pura.

      Eliminar
    5. Aí caramba. As coisas que vocês intuem do que eu não escrevo. Verdadeiramente fantástico. A sério.
      Nunca fui lixada por um amigo. Ou tenho sorte, ou sei escolhe-los. Eventualmente também não chamarei amigo a qualquer um. Ficai em paz se conseguirdes senhoras.

      Eliminar
    6. (E vou abster-me de dizer tudo o que penso acerca de alguém que faz log out apenas para poder insultar sem sofrer represálias. Verdadeiramente nojento)

      Eliminar
    7. Nunca foi lixada por um amigo? É nova.
      (como acho que não merece o trabalho de lhe explicar, cito a Izzie, que o faz muito bem - http://anobreartedapreguica.blogspot.pt/2013/09/relativizemos.html)
      Páre lá de dizer disparates. Se nunca foi lixada por um amigo é porque nunca os teve, nada tem a ver com saber escolher.

      Eliminar
    8. Oh, Picante, não seja ingénua! Há tantas que fazem isso! Já eu nunca faço login, mas também não abuso nas coisas que digo enquanto anónima. Porque isto não tem que ver com com nomes e assinaturas, mas sim com carácter, que é uma coisa totalmente diferente.

      Eliminar
    9. Anónima das 18.02 não nunca. E tenho amigos que conservo desde os 6 anos. Já me lixaram, nunca um amigo.
      Anónima das 18.06 não sou ingénua. Sei bem que há quem o faça. Não deixa de ser nojento e covarde.

      Eliminar
  13. Davam-me tanto jeito uns anónimos destes lá no meu blog Picante. É que ando em déficit criativo e todas estas teorias sariam matéria para post.

    ResponderEliminar
  14. Sou a anónimo das 16:13 e ainda lhe digo mais. Deixe-me concluir o meu estudo e quando tiver provas vou apresentra-lhe que é para a menina ficar a conhecer as suas amigas. Aguarde.

    ResponderEliminar
  15. Eu sou o Almeida das 15:02 (só para não haver confusões)

    ResponderEliminar
  16. Éh lá...nem eu, que sou uma Joaquina assumida, tenho calibre para comentários destes....ah valentes!!!

    ResponderEliminar
  17. Respostas
    1. Ahaahahahahahahahahahahahahahah
      (Tem mesmo a certeza que é o Almeida? Veja lá isso...)

      Eliminar
    2. E eu sou a Sexinho das 10:58
      Ahahahahahahahahahahah

      Eliminar
  18. Caríssimos/as concidadãos/ãs. Nunca esqueçam que isto são só blogs, que é como quem diz; importância de seriedade para uma grande maioria e desfaçatez de entretenimento para uma irrisória minoria, não obstando porém, que a razão prevaleça nos segundos na proporção que vai faltando aos primeiros.
    Posto isto e por dedução lógica que, modéstia à parte acho que me assiste, afirmo que ninguém é ninguém e todos são todos. Ou melhor; todos são ninguém e ninguém são todos que quiserem ser.

    ResponderEliminar
  19. Acho esta reacção um exagero. Onde é que está o drama mesmo?

    ResponderEliminar
  20. Por acaso, lembro-me de um caso. Alguem que recebia mails mto fofinhos, mto queridos, mto amigos, mto "tens toda a razao", "estou por ti", e coiso e tal, veio a descobrir que essa mesma pessoa que lhe envia os mails era a mesma que deixava comentarios maldosos nas caixas de comentarios do blog dela.
    Ha gente para tudo. Logo, dou, pelo menos, o beneficio da duvida e antes de começar a cuspir para o ar, ficava caladinha e sossegadinha.

    Compreendo o que quer dizer com "amigos", pois ha os amigos-amigos e ha os conhecidos. Mas, aos amigos-amigos, perdoamos coisas que nao perdoariamos aos conhecidos. se assim nao for, onde esta' a amizade? (pergunta meramente retorica)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me lembro de um caso assim. E ainda me lembro de um mais caricato, para não dizer absurdo. Alguém que se insultava a si mesma como anónimo, só para poder responder de forma engraçada e inteligente... como era isso que via as pseudo-famosas a fazer, quis imitar,já que não tinha anónimos, criou um. Por isso é que eu já não me admiro com nada por estes lados.

      Ana Maria

      Eliminar
    2. ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah Isso é tão louco que chega a ser bom.

      Eliminar
  21. Ninguém é de ninguém
    Mesmo quando se ama alguém
    Ninguém é de ninguém
    Quando a vida nos contém
    Ninguém é de ninguém
    Quando dormes a meu lado
    Ninguém é de ninguém
    Quando fico acordado vendo-te dormir

    vendo-te dormir...MUAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Música Pedrinho? A esta hora? ah ah ah ah ah ah ah

      Eliminar
  22. Picante,
    concordo com o que diz sobre certos anónimos, mas a verdade é que, assim de repente, eu também podia vir aqui dizer que era a Ermengarda do blogque xyz, que seria o mesmo que assinar como anónima.

    Também percebo quando diz que o conteúdo do mail era repugnante, mas concordo com outros comentários que afirmam que seria bem provável que fosse verdade.

    Não o digo apenas por antipatizar com algumas das bloggers que mencionou, como a SMS, a Ursa, etc, mas por o ter visto acontecer no blogue das Pipis, que volto a mencionar porque também se baseava na sátira e no humor.
    Umas das autoras chegou a receber ameaças de morte, anónimas, mas que era óbvio que vinham de alguns dos visados por ela. Nos comentários aos posts, lembro-me de um da Maçã por ela mesma, e de outros, no mesmo estilo, anónimos, nos 5 minutos seguintes.

    Que muitos anónimos não tenham nada a ver com blogues, acredito, mas que muitos serão os visados, isso nem coloco em questão.

    ResponderEliminar
  23. Filipa e Anónimo das 19.47h,
    Não digo que não possa acontecer ou que não aconteça. Há muita gente sem coluna vertebral, infelizmente.
    Ainda assim, o mail era nojento, pelo veneno que continha. Mesmo que fosse verdade, não deixaria de ser uma denuncia mesquinha.

    Quanto a isso dos amigos, vamos lá a ver, eu não tenho amigos na blogolândia. Há bloggers com quem me identifico, que gosto de ler, a quem acho piada, que me parecem ser boas pessoas, de quem acho que poderia ser amiga, só pelo que escrevem. Vou dar um exemplo de uma das bloggers de quem eu gosto mais, eu gosto da Sexinho, parece uma pessoa verdadeiramente doce, sensível, amável ou amiga do seu amigo. Não acredito que fosse capaz de vir aqui sob anonimato tentar ofender-me, nem por 1 segundo. Se descobrisse que sim, que o mundo estava virado do avesso e que ela era capaz disso, ficaria surpreendida, pensaria, olha afinal estavas enganada, pensas que sabes avaliar as pessoas e vai-se a ver e é isto. Não me sentiria lixada por um amigo. Mas lá está, eu tenho uma noção de amigo provavelmente diferente de muita gente. E faço uma clara distinção entre amigo, conhecido, conhecido com alguma confiança. Amigos tenho poucos e bons. Mas afianço-lhe que nenhum deles me lixaria só porque sim, mais depressa me dariam uma estalada na cara que uma facada nas costas. A verdade é que eu conheço os meus amigos, e apenas faço uma ideia do que serão algumas das pessoas que dão vida aos blogs. E isso, é uma diferença do tamanho do mundo.
    (e para que conste, também não acredito que qualquer dos visados excepto um, todos eles hit bloggers e com muito mais visualizações que as minhas, se desse a esse trabalho, não me parece que seja do seu feitio).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora é que foi Mais Picante!
      Tenho uma ruuunião já a seguir e estou para aqui toda derretida!
      Como é que agora é suposto eu passar aquela porta e trucidar as criaturas que lá me esperam? O patronato espera de mim que, no minimo, faça àquelas criaturas o que S.Jorge fez ao dragão e a Mais Picante faz-me uma destas, que uma pessoa fica para aqui toda mimimi?
      Obrigada Mais Picante!
      AMO BOCÊ!!!

      Eliminar
    2. Achas mesmo que uma coco, uma pipoca, ou o marido desta, nao viriam aqui deixar um comentario maldoso como anonimo?!?!?
      Es muito ingenua, abencoada! Deus te conserve assim por muitos anos! ;)

      Eliminar
    3. Ora Pedrinha, mimimi está-lhe no sangue, espero que trucidar também, às vezes é preciso.

      Eliminar
    4. Anónimo, de ingénua não tenho nada. Por razões que não interessam aqui explanar tive de trocar mails com a SMS e com o Ricardo. Nenhum me parece ser esse tipo. Mas se o forem tudo bem, é coisa que não me incomoda por aí além.

      Eliminar
  24. Acho surpreendente no mínimo que uma pessoa que ninguém sabe quem é crie um blog apenas para dizer mal de outros blogers e agora esteja muito chocada com um mail que diz ser " mesquinho". Eu acho os seus posts sobre outras blogues quem nem sei quem são também muito mesquinhos e acho sobretudo que fazer um blog só com esse propósito mais do que mesquinho revela muito da falta de carácter de alguém. " bem vou fazer um blog para dizer mal do aquela ou aquele escreve". Get a life. Isso é coisa de liceu ....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero só dizer que acho este o melhor comentário de sempre acerca de o que é o propósito deste blogue.

      Eliminar
  25. Depois de toda esta discussão, eu só tenho a dizer que algumas pessoas que parecem muito queridas e fofas por vezes são, lá no fundo, umas cabras do pior.

    E mais não digo.

    ResponderEliminar
  26. Mas não é a Mais Picante que é a dona do barraco ? Só lá vai quem quer ! O velho ditado dos telhados de vidro assenta aqui que nem ginjas !!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.