quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Aviso à navegação

Cara dona Joaquina,

Venho por este meio informá-la de que este meu cantinho, como aposto que a senhora diria, não é uma democracia, muito pelo contrário, por aqui temos um regime absolutamente totalitário em que a dona do pedaço se dá ao direito de eliminar liminarmente, passo a figura, todos os comentários merdosos e insultuosos que por aqui vai tentando prantar. É inútil. A sério.

(posto isto a persistência é uma virtude, pode ser que me apanhe distraída, ou benevolente. Ou então, não)

32 comentários:

  1. Essa sua obssessão por odiar certas pessoas estraga a beleza, não sei se a tem, mas pouca que seja fica sem ela...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está enganada, eu seria incapaz de odiar um desconhecido,

      Eliminar
    2. Quem falou em desconhecido ??

      Eliminar
    3. um desconhecido oferece flores... se fosse vintage era assim!

      Eliminar
    4. Obsessão? E a obsessão de vir aqui? A sério.... não consigo perceber! Quem não gosta não come.

      Eliminar
    5. Desconhecidos, sim, que eu não conheço ninguém, daqui dos blogs

      Eliminar
  2. Então, mas não andava em mood mantra, a irritar as donas Joaquinas desde Maio 2012?
    Querem lá ver aquilo era só para se fazer de forte e, afinal, são as donas Joaquinas que irritam a menina?

    ResponderEliminar
  3. que gentinha! era o que mais faltava uma pessoa ter que levar com bocas e comentários destes.

    Paulinha

    ResponderEliminar
  4. Esse seu complexo de inferioridade vai destrui-la rápido. A menina já pensou que devia consultar um psiquiatra? No seu lugar era o que eu fazia porque com essa sua obssessão vai passar a sua juventude internada como maluquinha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sim, vou passar toda a minha juventude na Av. Brasil, que aborrecimento, logo agora que estou prestes a chegar à adolescência.

      Eliminar
  5. Pipoca, gosto de te ler, da tua frontalidade e capacidade de chegar e escrever sem querer agradar a gregos e troianos - como outras tantas que por aqui andam.

    Por isso mesmo, peço-te para que continues assim, igual a ti mesma - e não igual àquelas que se regem pelas leis do "vamos-agradar-a-estas-leitoras-para-ganhar-mais-seguidoras-mesmo-que-escreva-mal-como-a-porra-e-os-meus-posts-sejam-uma-tolice-pegada".

    Pipoca, esquece essas marias vão com as outras, defensoras oficiais daquela que não tem tomates para vir aqui deixar o seu comentário e prefere enviar as tolas das pseudo-seguidoras mandar recados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito fácil ser frontal quando se escreve anonimamente! Qual frontalidade? Frontalidade era se assinasse com o seu nome, tal como assinam com o seu nome as pessoas que tanto achincalha. É muito fácil criticar os outros sem se assumir a identidade, por amor de Deus.

      Eliminar
    2. Cara Anónima, ao contrário de si, eu tenho um nome, um mail, uma conta. Daí que posso ser responsabilizada por tudo o que por aqui vou escrevendo, uma vez mais ao contrário de si. Assinar Matilde ou Picante iria dar ao mesmo. Quem escreve anonimamente é a senhora, não sou eu. Caramba, isto não é assim tão difícil de perceber...

      Eliminar
    3. Sendo eu a anónima das 12:13, apraz-me responder ao comentário:

      mil perdões caríssima ANÓNIMA (ah, espere...esqueci-me que você tem nome...?!), eu realmente deveria ter mais consideração por quem se intitula Ursa. Realmente, tem tudo de Ursa...!

      Eliminar
    4. Darei por encerrados os meus comentários à caríssima ANÓNIMA com esta, via facebook:

      "Quadripolaridades
      Juro que se hoje chegarmos aos 6000 seguidores publico o post do dia 3: o dia mais quadripola!"

      Tenho dito!

      PS: Não me responsabilizo pelos erros de outrem.

      Eliminar
    5. Que raio tem isso a ver? Não acredito que a PN viesse para aqui comentar como anónima, é coisa que não faz o estilo dela. Vamos deixar-nos de filmes, ok?

      Eliminar
  6. Epá gosto tanto disto. Ainda não parei de te ler esta manhã. E se eu tenho trabalho. Destróis a produtividade intelectual deste país!

    (a sério, és amor!)

    ResponderEliminar
  7. Eu cá desconfio que a tua Dona Joaquina é a mesma Joaquina que me insulta no meu blogue (e nos outros blogues) há quase DOIS ANOS. Por isso, Picantezinha, tem paciência, que a dita cuja tem persistência para dar e vender.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é a Dona Qutéria?

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    3. Pipoca, a apagar comentários idiotas desde 2013. :P Ainda bem que nem li!

      Eliminar
  8. Mas a partir de agora vais ter mais trabalho em decifrar que aquilo vai ser tudo em franciú, e eu se fosse a ti ia já comprar um dicionário de português-francês. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Polo Norte seria incapaz de vir aqui deixar comentários insultuosos sob anonimato. Se há coisa que a rapariga não é, é ser cobarde, ponho as mãos no fogo por isso.

      Eliminar
  9. Então, S*? Às pessoas do nível da Pipoca, não se trata por tu! São pessoas de berço, não são gente igual a nós.
    Que maçada, ter que estar sempre a ensinar o básico!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora essa. Ninguém é mais que eu, com berço ou sem berço. E eu até tive um berço bem bonito, que está guardado na casa da minha avó.

      Eliminar
  10. 'De' que. Diz-se "informá-la de que".


    Dona Joaquina, a ensinar a Pipoca desde Maio de 2012.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corrigido mas deixe que lhe diga que a menina não é a dona Joaquina..

      Eliminar
    2. Quem sabe, quem sabe?
      Mas, olhe, estou até perfeitamente convencida de que poderiamos ser grandes amigas, se eu soubesse quem a menina é, claro.

      Eliminar
  11. odio velho nao cansa....
    desculpe o anonimato , nao tenho conta google
    Ana Paula

    ResponderEliminar
  12. Fónix, é preciso pachorra para esta gente.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.