quarta-feira, 10 de julho de 2013

Sling ou slam?

Minha querida, como é que hei-de dizer a coisa sem a magoar? Sim, está mesmo a exagerar, e nem falo dos folhos, laços, chapéus e pulseirinhas, com toda a certeza brincou pouco com a Nancy em pequena, não é verdade? Por vezes pode acontecer, chegamos a adultos e fazemos tudo aquilo que se nos escapou em crianças, não é lá muito certificador do nosso bom senso mas as coisas são como são e a vida é mesmo assim. Agora, tanto must have, hippie chic, e sling é que já não se aguenta, afinal de contas o hippie nunca foi nem será chique e isso do sling parece coisa de macaca, com tanto Inglesismo não quererá talvez dizer slam? Tipo slam, bam and thank you ma'am? A julgar pelas imagens parece-me bastante mais apropriado. Veja lá isso, sim?

63 comentários:

  1. Eu pergunto: então e quando estas criancinhas, exploradas por estas mães dementes, crescerem? Há limite de idade para isto? E os paizinhos? Tótós?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basicamente, acho que faz tudo parte do mesmo pacote. "Agora exploramos as criancinhas, depois elas exploram-nos a nós..."

      Eliminar
    2. Não tinha pensado a coisa assim mas faz muito sentido... Enfim!!!

      Eliminar
  2. São muito fashion, muito must have, mas quando toca a comprar no estrangeiro... trazem de Espanha. Andaram a comer muito caramelo em criança, foi o que foi.

    ResponderEliminar
  3. Sim, isto da blogosfera servir para colmatar consciências e usar as criancinhas já não se aguenta. Há até quem tenha negado o seu próprio leite à filha, mas ande a angariar doadores de medula óssea... Só gente boa e altruista!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De certa forma usa a miúda da mesma maneira que as outras todas com a agravante de achar que tem mais graça.

      Eliminar
    2. Não acho nada a mesma coisa mas serão opiniões.

      Eliminar
    3. anónimo das 12:31, absolutamente de acordo

      Eliminar
    4. pois eu dou-lhe uns meses ate dar a cara e mais uns quantos ate mostrar a miúda (mesmo que negue a pés juntos)
      Porque existia uma (vá duas que me lembre) que não mostrava a cara nem da criança... agora é a grande... todos tem preços

      Eliminar
    5. Pipoca, pode não querer conversas destas nos seu comentários e acho que até tem razão em não querer, agora, pense bem, tirando a coisa da amamentação, que cada um sabe de si, o resto já não está assim tão longe. Faltam as fotos explícitas que a seu tempo também aparecerão.

      Eliminar
    6. Sinceramente acho muito diferente. Mas percebo que a coisa possa ser vista como exibicionismo. Eu gostava bastante mais do estilo nonsense de antigamente.

      Eliminar
    7. Anónimo das 11h, nunca me tinha ocorrido tal paralelismo, mas faz sentido! Só [mesmo] gente boa e altruísta!"

      Eliminar
    8. Quando lá passei outro dia e vi aquela conversa toda das marcas para a festa...tb fiquei com a sensação do anónimo das 11h. Por outro lado, também percebo o que diz a Picante sobre (parecer) ser uma situação diferente. Aguardo os próximos capítulos para formar opinião.

      Também não gostei de ver o baby shower do outro que ainda não nasceu e já é uma blogostar (aquele macacão tigresse da adidas que está no instagram do pai...ui).

      A dos laços e colares e túnicas e tudo e tudo...ainda me incomoda mais, faz lembrar o Toddlers and Tiaras versão "hippie chic" ou lá o que é.

      Eliminar
    9. De tudo o que foi dito acima julgo que só se aproveita o que diz o Anónimo das 13:30: todos temos um preço. Todos, TODOS. Também o Anónimo das 13:30, portanto. Por isso, acho um bocado despropositado vir para aqui criticar, armado em AM.

      Eliminar
    10. Anónimo 16:47 pelo que vejo sim.. elas dizem que sim. eu também tenho estou a espera das propostas
      armado em quê?

      Eliminar
    11. Sim, todos o teremos, acontece que uns têm um preço mais alto que outros. E isso, parecendo que não, faz toda a diferença

      Eliminar
    12. A mudança de registo de nonsense para lamechas é consciente e ponderada. A divulgação do nome próprio também. A presença em apresentações de livros da blogosfera e o facto de travar amizade real (e não apenas virtual) com outras bloggers idem. É uma questão de semanas até começarem a aparecer as primeiras fotos. :)

      Eliminar
    13. Pode ser que sim, pode ser que não. Gosto pouco do actual rumo, as cartas lamechas não me dizem nada por achar que deveriam ser privadas e agora deu-me uma ideia para um post, obrigada.

      Eliminar
    14. Pois estou com a Pipoca, as cartas a filha deviam ser privadas... eu geralmente nem leio não me diz nada.

      Mas quando alguém divulgou nomes de bloggers anónimas ficaram todas eriçadas mas agora vem divulgar isso mesmo?

      Eliminar
    15. Fotos da filha não me parece que as vejam, mas fotos dela já há numa página (que não a dela) no facebook... Só não viu quem não pôde. E quanto ao facto de não amamentar mas andar a angariar dadores de medula ossea, acho assim meio que despropositada a comparação. A filha dela não morre se não beber leite materno, mas há aos milhares de pessoas que morrem por não terem uma medula compativel. Só assim naquela...

      Cada um faz o que quer, como quer, onde quer... Se não prejudicar ninguém não é problema nosso! Deixem-se de ser mesquinhos.

      Eliminar
  4. (Só consigo dizer...)

    Boho-chic#love-it#cut-of-shorts#cool#sun#effortless#OMG#loose-shirt#sushi#bitches&cosmos#Yay!

    (esta nova forma de comunicação foi inspirada nos telegramas?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei mas agora é moda. Acho que é oriunda dos tweets

      Eliminar
  5. Nunca fui fã do exagero de acessórios, não. Mas quando vejo tanto acessório na praia, até me dá alguma urticária.

    Posto isto, não sei de quem falas, mas sou obrigada a concordar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fala da cocó, e ainda bem que fala que já não há pachorra para aquela mulher. Bahhh!

      Eliminar
    2. Só me ocorre que esteja a falar de um blog que parece uma Caras versão mães e filhos, tal é o aparato das fotos e aqueles sorrisos exageradamente rasgados a fazer lembrar as candidatas a Miss USA. Acho a criança amorosa, mas não sei como consegue fazer coisas típicas da idade (tipo destruir a casa) com tanto pechisbeque em cima.

      Eliminar
    3. A criança é gira que se farta, isso não está em questão. Mas sim, aquilo é tal qual uma revista.

      Eliminar
    4. Ah, acho que já sei. E vou calar a boca, porque se é quem eu penso, sei de umas cusquices boas... e eu sou cusca, gosto de saber das coisas, mas não cusco sobre os outros bloggers.

      Eliminar
    5. A criança e' gira que se farta? Gostos.
      Esta' um pouco mais engraçadita, mas bonita nao e' e dificilmente sera; sai ao pai e o pai tem uns traços muito carregados e a mae, enfim, nao deve nada a beleza.
      Se e' gira e' devido aqueles laçarotes todos e aquele cabelo sempre a frente dos olhos, que mal da' para ver a cara.

      Eliminar
    6. Oh, a pequena é amorosa. Eu acho. E adoro aqueles vestidinhos dos laços, tenho de admitir.

      Agora colares numa criança que vai para a praia? Ultrapassa-me.

      Mas melhor, melhor, foi combinar a fatiota da pequena com a fatiota do papá. :P

      Eliminar
    7. Eu também acho a pequenita um amor. E grande parte dos vestidos são de morrer. Mas não é isso que está em causa, poderia ser feiinha e a minha opinião manter-se-ia. Está a ser tratada como uma boneca por pura vaidade da mãe. Alguém falou dos todlers & tiaras, é mais ou menos ou mesmo.

      Eliminar
    8. A baby C não é gira? A mãe não deve nada à beleza? Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii? Isto é o mundo real, não é o Miss Universo!

      Eliminar
    9. É o mundo real? Será mesmo?
      Pense lá um pouco...

      Eliminar
    10. Uau... Que profundo, anónimo das 23:35.

      Eliminar
  6. Um post dedicado à minha musa inspiradora?! Adoro! a Pipoca bem sabe que, nos dias que correm, um bom exibicionismo, é, simplesmente o maior must-have do blogomundo! :DDDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei lá bem porquê mas aquela maneira de falar, com tanto Inglês, faz-me lembrar os emigrantes a falar com os filhos em francês... Até lhes estalar o verniz e usarem vernáculo do bom. Exibicionismo da Amadora, é o que é.

      Eliminar
    2. Pelo menos já tirou aquele header em que aparecia com barrigão de grávida. E quando é que esta gente vai largar a mania de chamar as pessoas pela primeira letra do seu nome? Esta chama Baby C à filha, uma outra chamava M ao marido, and so on and so on. É irritante. Entretanto vejo que o colar substituiu o laçarote gigante. Estas pessoas trabalham, sequer? Enfim. Coitada da miúda quando chegar aos doze anos e lhe fizerem upgrade para "Teen C" muaahahahaha.

      Eliminar
    3. Teen C! Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

      Eliminar
    4. exibicionismo da Amadora: já ganhou... supermummy toddlers & tiaras sempre a arrecadar titulos

      Eliminar
  7. Por mais que pense no assunto, não consigo compreender, porque razão uma mãe põe colares numa criancinha, inclusive quando a leva à praia! Vaidade? Maluqueira? Doença?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diria vaidade! Não conheço a pessoa em questão, mas conheço algumas mães assim. Gostam de abonecar as meninas, mesmo que as crianças não se sintam à vontade com isso. E o pior é acharem que obrigar uma criança a vestir algo com o qual não se sentem bem é educar...

      Eliminar
  8. Alguém de coração generoso diz de quem estão a falar, ou sou só eu a burra daqui?
    Ao menos uma pista, por graça de deus! Ups...

    ResponderEliminar
  9. Nunca sei de nada, nunca percebo nada, sou uma triste uma infeliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá por mim Filipa, acredite que não é, aquilo era coisa para a enervar e a Filipa não se pode enervar.

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Ah ah ah ah ah ah é isso e a cagonice, é que é tanta senhores, mas tanta...

      Eliminar
  11. E depois eu é que sou a má cá do sítio, mas as outras podem todas vir cortar nelas que ninguém leva a mal. Bando de falsas, todas vocês, é o que são.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dianinha, por quem é, beba um copo de vinho que isso passa, a noite está agradável para variar, por aqui vão-se trocando opiniões, as pessoas expõem-se e depois dá nisto, é tipo noite da má língua mas somos todos amigos, está bem?

      Eliminar
  12. Isto n é justo!! Estão a falar de quem, por Jó?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelamordedeus Filipa, não sabe quem é a Baby C???

      Eliminar
    2. Não, valha-me Deus, não sei!!
      Existe solução para mim??

      Eliminar
    3. Não costumo fazer isto mas este é de tal maneira ridículo que me estou marimbando. É o blog da Carlota

      Eliminar
  13. Quando estou a leste, fico TÃO aborrecida...

    ResponderEliminar
  14. Ah ah ah ah ah então? Refiro-me à musa inspiradora da Palmier, pois claro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já lá andei a xeretar , mas não vislumbrei slings...desatenta, pequena (grande) D... Desatenta... :)

      Eliminar
  15. pareceu-me mais sincera que a cócó

    ResponderEliminar
  16. os meninos da cócó estão a ficar numa idade muito perigosa, seria bom que ela os escondesse

    ResponderEliminar
  17. fui cuscar... blerg.. tadinha da criança.. é uma palhacinha não mãos da mãezinha.. :(
    fui só eu que reparei que o pai da babby C quase nunca aparece nas fotos, e quando aparece é lá ao fundo.. deu-me a sensação que ha ali um cadinho de vergonha de mostrar o senhor... será porque é muito mais velho? ou é porque o senhor não quer aparecer? hummm, tou mais inclinada para a a primeira opção... LOL (lingua de cobra a minha)
    Pat

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que o sr, alé de mais velho é o director da revista Pais & Filhos. Pois, por isso o crescimento rápido do blog, os "apadrinhamentos" and son on...

      Eliminar
  18. Achei horrível aqueles colares, um chapéu adulto demais para um bebé. Tantas coisas giras em lojas de secção infantil e este pessoal,tanto faz que acaba caindo no ridículo.
    Sem falar que bijuterias em crianças além de ser feio é perigoso.

    ResponderEliminar
  19. Aquela mulher está apaixonada pela filha única que tem e mostra alguma sinceridade, aposto que quando o Mateus (nome de gato) nascer, e as fotos do parto forem publicas bem como todas as outras até o rapaz ir para a tropa, vocês NÃO vão ter
    coragem de fazer comentários.

    EU, não conheço nem conhecia até ontem a dona do blog da Carlota

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.