quinta-feira, 25 de julho de 2013

Separadas à nascença?



5 comentários:

  1. Ui. A nossa ainda tem muita sopa para comer... Mas ela não mente, mesmo quando mente, por isso podemos estar tranquilos. ;)

    ResponderEliminar
  2. A nossa é mais bonita!
    Como naquela anedota... de um casal que se cruza com um amigo aos beijos à amante, e a mulher, referindo-se à amante do seu próprio marido, afirma orgulhosa:
    - A nossa é mais bonita!

    ResponderEliminar
  3. Eu conheço é outra versão.
    Marido chega a casamuito preocupado e desabafa com a mulher:
    - Tenho um problema no trabalho...
    Mulher, muito carinhosa, não o deixa terminar e avança meiga e compreensiva:
    - Meu querido, não digas tenho um problema porque os teus problemas são os meus, e o que tens é dos dois, por isso diz, temos um problema.
    - Está bem: temos um problema no trabalho. A nossa secretária vai ter um filho nosso!

    ResponderEliminar
  4. Na verdade, as mulheres não há quem as compreenda e nunca estão contentes com nada.
    Juiz em tribunal, surpreendido, interroga a queixosa:
    - Vamos lá ver. A senhora quer divorciar-se do seu marido por excesso de compatibilidade? tem mesmo a certeza? Não quer dizer por car~encia de compatibilidade?
    - Não, Meritíssimo! É mesmo por excesso de compatibilidade!
    - Bom; confesso que não a estou a compreender!
    - Eu explico, senhor doutor juiz. Eu gosto de praia, o meu marido também; eu gosto do campo, o meu marido também; eu gosto de cinema, o meu marido também; eu gosto de ler, o meu marido também; eu gosto de sushi, o meu marido também; eu gosto de homens, o meu marido também!!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.