quarta-feira, 24 de julho de 2013

Post dedicado aos que andam lá fora, a lutar pela vida

Queridos amigos, isto das tecnologias é uma coisa fantástica, agora podemos saber todos uns dos outros a toda a hora, não é nada como antigamente, tínhamos de escrever cartas, acabávamos por só as escrever aos amigos mais íntimos, uma pessoa ia trabalhar para o estrangeiro e eram anos e anos a fio sem noticias. Agora não, há blogs, há o twitter, há o facebook e o instagram, se bem que eu não entendo isso de se andar a ver fotografias de jantares de desconhecidos, para o que lhes havia de dar. Mas dizia eu que agora vocês vão, e no entanto é como se aqui estivessem, aliás quando estavam por cá nós não sabíamos tanto da vossa vida, desculpai a frontalidade mas queria só informar-vos do seguinte:
1. Nós não queremos saber diariamente a temperatura que faz em Angola, Londes, Moçambique ou Dubai.
2. Nós não queremos abrir o facebook e ser confrontados com 327 fotografias dos vossos filhos, ele é à mesa, ele é a jantar, depois do jantar, a apanhar o autocarro, a passear, a fazer piqueniques... tende dó, sim? A verdade é que apreciamos saber dos vossos rebentos 1 ou 2 vezes ao ano. Na loucura, 1 vez por mês, vá!
3. Podeis mostrar a vossa nova vivenda, aludir ao número de empregados de dentro e de exterior, fotografar a piscina e jardins. Mas tende atenção em não passardes a vida a dizer como é bom viver no Congo. Nós sabemos que é uma merda, OK? Se fosse bom viver no 3º mundo, seríamos nós que aí estaríamos.
4. Não vos esqueceis do ponto 3. Nunca, jamais.
5. É totalmente desnecessário escreverem os posts em Inglês. A sério. Nós acreditamos que vocês se conseguem fazer entender.

24 comentários:

  1. Estou a ver que andas a ver a página do facebook da ex do meu marido....

    ResponderEliminar
  2. Eu entendo perfeitamente que as pessoas possam gostar de partilhar a sua nova vida e os seus filhotes com os outros mas, de facto, o que é demasiado roça o exagero.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó S*, desculpa lá, mas logo tu que partilhas tudo e mais alguma coisa?

      Eliminar
    2. Que partilhas e que comentas (em blogue alheio)...

      Eliminar
    3. A S* tem um blog tipo diário, onde partilha o que pensa e episódios da vida. Nao é bem isso que digo no post. Deixem lá a rapariga em paz.

      Eliminar
    4. Só faltou dizer que aprecia o blogue da S*. A menina não vai ser hipócrita a esse ponto, pois não? Veja lá, há coisas que nem uma ida semanal à Igreja perdoa...

      Eliminar
    5. Mais que o blog da S*, aprecio a S*. Que sempre me pareceu ser uma rapariga correcta, bem disposta, educada e com princípios.
      E não consigo perceber o porquê dessa malapata contra ela. Ela não chateia ninguém, por que não a deixam em paz? É por ter muitos views? Bem me queria parecer....
      (E acabou a conversa sobre a S*, qualquer assunto é ir resolver directamente com ela. Agradecida)

      Eliminar
    6. Esta semana tem que ir duas vezes à igreja. No mínimo...

      Eliminar
    7. Eu não sou o anónimo anterior, mas suponho que a implicância com a S* venha da falta de coerência, uma vez que condena diversos comportamentos que depois afinal até põe em prática. Algo do género: 'faz o que eu digo, não faças o que eu faço'.
      Pmp, se quiser compreender melhor pode visitar o facebook do blog da S*.

      Eliminar
    8. É só para avisar que não publico mais comentários sobre a S*. Perdoem, mas este não é o fórum.

      Eliminar
  3. O ponto 3: ahahah tao verdade. As pessoas emigram e depois aquilo e a ultima maravilha. Tenho amigos a dizerem-me que as coisas na Suica sao mais baratas que em Portugal. Enfim, sou a favor de se ir em busca de uma vida melhor, mas nao me atirem areia para os olhos.

    ResponderEliminar
  4. Cada um tem os amigos que escolhe.
    Eu sou expatriada há mais de 6 anos(ou seja...A.C: Antes da Crise...aqueles que partiram para viver mundo e por escolha própria:) e não reconheço essas posturas no meu circulo de amizades...

    ResponderEliminar
  5. E de osgas pode? Pode?
    :DD
    P.S. - Não queria nada ficar a viver na Arábia para todo o sempre, mas tenho muitas saudades de lá estar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah ah ah ah ah ah ah ah ah
      Eu confesso que não conseguiria, aquela cultura irrita-me de tal modo, que seria um enorme sacrifício.

      Eliminar
  6. Então se eu estiver no Congo ou no Gabão, onde, aliás, me desloco amiúde; não posso falar no funge, na moamba,no gindungo, nos quiabos, no pirão, no óleo de palma, nos bifes de jacaré, nos insectos fritos, tudo requintadas iguarias pelas quais me pêlo?
    Nem da cerveja de palmeira e ou de massambala?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Corvo, o amigo poderá dizer tudo o que lhe aprouver.

      Eliminar
    2. Aliás, dizer é o que o Corvo mais faz...

      Eliminar
  7. Às vezes é apenas uma forma de desabafo... uma estranha forma de nos sentirmos mais perto!!!

    :)
    thoughtswithhoney.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas isso é coisa que aqui a dona da casa não entende!

      Eliminar
  8. Pior são aqueles que vão e de repente se lembram que aqui é que era bom: e o clima, e a comida, e os amigos...
    E ainda pior é quando desatam a dizer mal de onde vivem agora: e porque são maus, e porque são snobs, e porque a cultura deles é má.
    Haja paciência... se não gostam não vão! Imagino logo os estranjeiros que aqui vivem e insistem em não se integrar, achando que da maneira deles é que é certo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muito quem vá sem querer ir, porque não tem outra opção..

      Eliminar
  9. Essa dos post´s em inglês fez-me logo lembrar uma alminha que aí anda que nem post´s de jeito faz, mas aquela porra é toda em inglês. Só me ocorre: porquê?

    ResponderEliminar
  10. Acho que numa primeira fase, quando tudo é novidade, é absolutamente normal querer mostrar, explicar, deslumbrar... Depois é a rotina e é como diz o ditado :"Bate forte, mas passa depressa"

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.