quarta-feira, 3 de julho de 2013

Pai perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem (mas antes dá-lhes umas marretadas, por favor)

Há pouco menos de 1 ano, era assim:

"Estou triste Paulo.

Desolada, até Paulo, triste à séria, como diz a canalha, tu sempre foste um animal político, daqueles capaz de comer Pedros ou Franciscos ao pequeno almoço. E agora desiludiste-me, Paulo. Eu votei em ti Paulo, nunca acreditei na competência do Pedro, que ele não é nenhum Hércules, achei que ao teu lado teria mais hipóteses. Tu, que já tinhas provado não ser boa rês, pois foste aquele que as malas ao Marcelo fez.  E que vens tu fazer agora? Pois tu não saberás o significado de coligação? Aquele que dá a mão? Mas, Paulo, tu não deste a mão, em vez disso arrancaste o coração. E tens a lata de aparecer, com o teu modo de ser, todo tu elegante, em modo discursante, enquanto espetas a espada dilacerante. Será que já vês a Europa, Paulo? Está ali mesmo ao lado. Esqueces apenas um pormenor, enquanto montas a artimanha, enterras Pedro, enterras o eleitor, mas tal não seria grande dor, se não enterrasses também a pátria do teu amor.
Como poderás tu, Paulo, ir à missa comungar, se desconheces o significado da palavra apoiar? Tens de ser mais coerente, Paulo, e tentar que o próximo não te seja indiferente. Mas lá reza a história, quando se vê o navio a afundar, os ratos são os primeiros a saltar".
E agora? Agora só me apetece partir-lhes as fuças, cambada de fedelhos mimados, a gozar com os meus impostos.

8 comentários:

  1. Ir à missa comungar??? Os seus textos são mesmo ridículos!!! Mas afinal tem 80 anos? Se Portas fosse comungar teria muitos pecados para confessar, a começar pela sua opção sexual nada bem aceite entre os hipócritas da igreja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica a senhora a saber que vai.
      Mas não leve tudo à letra, o intuito é dizer que o homem é católico. Que é.
      E comungar não tem nada a ver com a idade. Dah

      Eliminar
  2. Lindo! Bonito e profundo!
    Ora aqui está um prelecção descrita na mais perfeita prosa lírica, que, penso, não foi por acaso escrita.
    Gostei particularmente do espetar da espada dilacerante, se bem que eu trocasse o dilacerante por flamejante e aproveitasse para para embelezar o dramatismo do seu post alucinante, e dissesse: neste corpo dilacerante.- espada flamejante neste corpo dilacerante.
    Bem me parecia que de tudo se tira proveito, assim haja arte e respeito, porque o mal da nação evidente, torna poeta qualquer sujeito.
    Bolsa de valores portuguesa sofreu a maior queda mundial.
    Amanhã e sexta continua a desgraça nacional
    Mas no fim-de-semana vamos todos pró arraial.
    Sem manjerico , mas em casa é que eu não fico
    Pois há sardinha e palhete prá molhar o bico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em vez de rima eu de momento raciocino só com palavrões... Parece que tenho la tourette mas felizmente ainda não me dá para verbalizar muito.

      Eliminar
    2. Eu dava-lhes uns bons açoites, isto é tifo tão triste e ridículo que mais parece uma novela mexicana. Hoje nem quis acreditar no que ouvi no noticiário. E os juros continuam a subir...

      Eliminar
    3. E o pior é que esta maldita crise já começou a provocar vítimas, sobretudo naqueles casais é que um dos cônjuges é honesto e o outro nem por isso.
      Veja-se este recente caso, o que a danada da crise provocou.
      Uma mulher foi presente ao Juiz por roubar no Pingo Doce. O juiz pergunta-lhe:
      – O que é que a senhora roubou?
      Ela responde:
      – Uma lata pequena de pêssegos.
      O juiz perguntou-lhe o motivo do roubo e ela respondeu:
      – Porque estava com fome.
      O juiz perguntou então à senhora quantos pêssegos tinha a lata:
      - Tinha seis pêssegos.
      O juiz então disse:
      - Vou-a mandar prender por seis dias. Um por cada pêssego.
      Mas antes que o juiz pudesse terminar a sentença, o marido dela perguntou se poderia ter uma palavra com o juiz sobre o acontecido. O juiz disse que sim, e perguntou-lhe o que queria ele dizer. Então o marido disse:
      - Ela também roubou uma lata de ervilhas.

      Eliminar
    4. Calma, Pipoca: muita calma e ponderação e não permita que a danada crise deturpe o seu clarividente, diga-se de passagem; raciocínio e meta tudo na mesma betoneira.
      Que raio tem a ver a literatura com a política, sobretudo as 50 Sombras de Grey?

      Eliminar
    5. Nada, isso dos açoites dar-me-ia uma satisfação puramente intelectual

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.