terça-feira, 16 de julho de 2013

Mito

s. m.

1. Personagem, facto ou particularidade que, não tendo sido real, simboliza não obstante uma generalidade que se deve admitir.

2. Coisa ou pessoa que não existe, mas que se supõe real.

3. Coisa só possível por hipótese; quimera.
In Priberam


E é isto, tudo o resto são "fight divers", assim mesmo, à Telmo, que os fait divers são bastante mais interessantes e elaborados.


9 comentários:

  1. Já eu acho que boa parte da blogosfera gosta de deixar de ser pessoa - com falhas e lacunas, como todos - para se tornar um mito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, que susto! Um post sem comentar [o anterior] e eu já estava a ficar preocupada. Agora, sim, vou em paz!

      Eliminar
  2. Serei um mito? Oh meu Deus, o meu ego não pára de crescer. Dá-me licença que diga a toda a gente que me referiu no seu blog? Eu sei que este post não tem nada a ver comigo, mas sinto que me descreveu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Mirone, a Picante veio ao mundo para espalhar o bem. Seja feliz sem parcimónia, por quem sois.

      Eliminar
  3. Não entendi nada..... Ajuda- me p+ p.... Hehehe

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.