terça-feira, 2 de julho de 2013

Há uma linha

...que separa as pessoas que ontem só falaram do ministro demissionário das que se puseram a falar de beijos.

Comam muito disso comam, depois não se esqueçam de dar uma corridinha com os ténis sempre novos e de comer uma saladinha, "que é para emagrecer"

12 comentários:

  1. Por acaso o raio dos Magnum novos são bem bons. Caros como tudo, pequenotes, mas bons.

    ResponderEliminar
  2. Ha uma coisa que eu não percebo... Toda a gente quer emagrecer? Se eu quiser comer 10 gelados por dia não posso porque devia querer emagrecer? E algum objectivo nacional? E se quiser ir correr e comer uma salada tambem tem de ser so para emagrecer?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atendendo ao nº de posts e lamentações sobre dietas e gorduras,sim... diria que muita gente quer emagrecer.
      Mas claro que a Anónima poderá comer tudo o que lhe aprouver e conseguir.

      Eliminar
  3. E depois os senhores do marketing dos beijos nem se dão ao trabalho de espaçar os posts, é tudo à bruta no mesmo dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu gosto que seja a bruta hehe
      acho que deu na cabeça de todas comer naquele dia gelados, acontece geralmente hehe

      Eliminar
  4. Pipoca, como a menina é uma enciclopédia viva nessas coisas de enfardar X engordar, emagrecer X correr, como é que eu faço depois de em três noites e dois dias ter enfardado 42 sardinhas, quatro broas, de para aí um quilo cada, dois queijos da serra, 4 alheiras de Mirandela, umas quantas farturas, 12 filhós, duas garrafas de Casal Garcia, uma Alvarinho e mais duas de tinto alentejano. Pelo meio ia petiscando um paio de Alcaíns. Como é que eu faço? Correr está fora de questão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Colocar um pacemaker?

      Eliminar
    2. Na, não! Nunca fui a um médico nem nunca fiz exames a nada também não é agora que ia começar.

      Eliminar
    3. A Picante tem a solução, é colar os lábios com adesivo. Funciona sempre.

      Eliminar
  5. corvo: As duas de tinto alentejano não tinham rótulo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não interessa o rótulo, nem o preço, pelo menos para mim desde que escorregue e me saiba bem.
      Já bebi vinho de 30 euros a garrafa, de 50, de 80, de 120 e de 180. Dizem que há mais caro, mas ainda não bebi, não. Nem conto beber.
      E já bebi vinho de 3 euros a garrafa, de 5, de 7 e, pasme-se mundo. Acredita que me sabe muito melhor?
      É como na comida. Aprecio sempre uma refeição pelo sabor e nunca pelo estatuto. Aprecio mais uns carapaus pequenos fritos esturricadinhos num qualquer bar, do que o mais requintado sushi no mais conceituado restaurante da especialidade.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.