terça-feira, 18 de junho de 2013

Porque leio blogs?

Para ficar a saber que a publicidade que as Rosinhas fazem não é publicidade.

29 comentários:

  1. Mas as marcas podem continuar a enviar borlas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que seria se as marcas não dessem borlas? Aliás porque será que as marcas dão borlas?

      Eliminar
  2. Ai que você já está a hiperventilar!!

    ResponderEliminar
  3. Lá volta ela! Ah pois é, como a que não morde foi embora ela já se sente à vontade.

    ResponderEliminar
  4. Caríssimos Anónimos, por aqui sempre me senti à vontade para falar de tudo com a maior das tranquilidades.

    ResponderEliminar
  5. Bom, a publicidade pode até nem ter sido paga, naquele caso. Mas se lhe DERAM algo, obviamente a opinião já não é isenta. A cavalo dado não se olha o dente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. S*, minha santinha, chama-se a isso relações púplicas, enviam-se press releases para jornalistas nas esperança de que falem sobre o nosso produto ou serviço. Não é publicidade o tanas.

      Eliminar
    2. Como os press releases que o Conto de Fadas envia periodicamente?

      Eliminar
  6. Não é publicidade, é dica de amiga!

    ResponderEliminar
  7. Se a Santinha estivesse no lugar dela ia recusar porque é muito honesta, não é? em calhando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em calhando até poderia aceitar que isso não é desonestidade. Já fazer publicidade aos produtos, porque interessa receber, como quem não quer a coisa, como quem dá opinião sobre algo que realmente gosta e acha que é maravilhoso, é no mínimo pouco ético.
      Em calhando não pagarão um único produto da Avent, caros que é coisa séria. Só em calhando.

      Eliminar
    2. Em calhando também o curso no Espaço Cegonha não custou dinheiro, assim como o equipamento Nike que usa, em calhando a Dodot adere à coisa e as fraldas também serão de borla, só assim... em calhando.

      Eliminar
    3. será que há pessoas que acham mesmo que o equipamento nike é comprado? ou a mensalidade do ginásio e do PT? ou o curso no espaço cegonha? ou os almoços no UChiado? Ou as referencias ao El Corte Ingles são ocasionais e sem um fim? Não pode, têm que perceber que é pago, certo? è que nem é um suponhamos, é um facto.

      Eliminar
    4. Claro que há. Há sempre alguém mais distraído que se esquece que aquilo é um negócio.

      Eliminar
    5. Mas causa-vos comichão os produtos que elas obtém grátis?
      As marcas são coagidas a dar os produtos? Elas apontam-lhes uma armas?
      Em que é que isso é condenável?

      Eliminar
  8. ali nada é publicidade
    mas entrevistas em que post´s são pagos de 500 para cima, basicamente nunca se sabe
    um creme tão bom que funciona num fim de semana?
    ta bem ta.... mas há malta que vai a correr comprar

    ResponderEliminar
  9. Que publicidade? PUBLICIDADE? Não! Elas só falam de determinados produtos porque aprovam mesmo a sua eficácia. A sério. Publicidade? Não.

    ResponderEliminar
  10. Dos poucos blogs que conheço só a Maria Guedes tem por hábito avisar quando determinado post é patrocinado. Pessoalmente, nem acho que sejam obrigadas a tal, até porque qualquer pessoa com dois dedos de testa percebe que há posts que são obviamente patrocinados. Como alguém disse por aí, não há creme que tenha resultados ao fim de dois dias de utilização. Mas confesso que um destes dias fiquei bastante incomodada, ao ponto de comentar (coisa que nunca faço em blogs irrelevantes), ao me deparar com um post que relatava os efeitos magníficos de um qualquer produto para ajudar a emagrecer (e não era a primeira vez que "não se fazia publicidade" a produtos do género). Ainda por cima tratava-se de um desses produtos de tanga, à venda numa wells perto de si, que a única coisa que fazem é causar desidratação. Achei aquilo vergonhoso demais. Nunca mais lá fui, nem para ver se publicaram ou responderam ao meu comentário.

    ResponderEliminar
  11. Nos EUA, é obrigatório fazer o "disclosure" de todas as ligações entre bloggers (e sImilares) e as marcas: posts pagos, produtos grátis, outras vantagens.
    A Pipoca Mais Doce já pediu 2.500€ por um post (este sei eu, porque foi à empresa onde trabalho), não sei se é o standard, mas com aquele blog, à fome não morre de certeza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 2.500€??
      Será que é por isso que agora tem publicado menos?
      :P

      Eliminar
    2. Nos EUA é obrigatório, mas aqui não.
      Ora ela pediu 2.500 ou mesmo 25.000€ que fossem. Mas obrigou a sua empresa? Ameaçou? Apontou uma arma?
      Se pediu e a empresa concordou e deu, qual é o problema?
      É um modo de ganhar a vida, ou não?
      Há aí alguma desonestidade, algo condenável?

      Eliminar
  12. Só não percebi ainda como é que as pessoas compram porque uma blogger qualquer diz que é bom. E depois vêm fazer de virgens ofendidas a dizer que não fazem publicidade, que testam produtos e dão a sua opinião...uma explicação dada pela 4D que padece de noção da realidade.

    ResponderEliminar
  13. A Maria Guedes só começou a avisar há muito pouco tempo, e foi depois de ter levado com as mesmas críticas com que muitos outros bloggers já levaram. O que as marcas dão de borla entra-lhes no bolso em clientela, isso é óbvio. Agora não me venham dizer que num texto muito mais comprido do que o habitual, a jurar pelos três Pastorinhos que aquilo é maravilhoso, não estão a fazer publicidade nem a ser muito bem pagas... A mim não me faz confusão, sinceramente todos os dias vemos anúncios na tv e não quer dizer que tenham testado ou mesmo que gostem do que estão a publicitar, simplesmente fazem-no como quem faz um trabalho do qual pode ou não gostar, mas para o qual é pago. A diferença é que na tv tudo é transparente e assumido: todos sabemos que se passa nos intervalos ou nos ''compromissos publicitários'' é efectivamente publicidade. O blog não pode ser pessoal para umas coisas e não para outras. Pelo menos que experimentem e tenham a certeza de que estão a aconselhar bem os leitores.

    ResponderEliminar
  14. ó pá, estão a falar de qual post? O do creme mesmo mesmo bom para a barriga flácida? Esclareçam-me s.f.f. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu falo de todos os que façam publicidade encapotada.

      Eliminar
  15. O que me faz confusão na PMD é a incoerência.
    Dá entrevistas em que admite que faz publicidade e até quanto recebe por post. Tudo bem. Faz posts sobre frigoríficos e plasmas em promoção na worten. Não assiná-la que é publicidade paga, apesar de ser óbvio. Tudo bem. Mas depois faz uma review de um produto qualquer e avisa logo as alminhas mais afoitas que aquilo não é publicidade. Ai Jesus por quem a tomam! Ou seja, apesar de já ter admitido que faz publicidade, depois fala como se fosse uma injustiçada quando a acusam de o fazer. Porque é que avisa quando não é, mas não avisa quando é?

    ResponderEliminar
  16. Que amor... Coerência! Ahahah senhores a opinião muda para onde muda o vento e da jeito. Muito pouca consistência. Alias, os adeptos dos blogs mais paradigmáticos da publicidade encapotada (e autores q mentem ao negar q o fazem) que por aqui andam, podem atestar. Em calhando ... 😊

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.