quarta-feira, 17 de abril de 2013

O passado foi hoje

Não ia a Serra Nevada, vai para uns 10 anos, este ano calhou ir lá 2 vezes, pouco ou nada mudou, no automóvel tocavam as cassetes que diziam Serra Nevada 1 e 2, agora transformadas em cê dês, tornou-se a cantar Patricia the Stripper, Simply Red, Tony Braxton ou Phill Collins, o melhor caminho continua a ser o da serra, indo por Rosal de la Frontera, apesar de o gê pê esse nos mandar ir pelo Algarve, estavam lá a Rita e a Madalena, a Maria e o Gonçalo, ele começou por trabalhar para ela, não os via há que séculos, caramba nem sabia que tinham casado, mas lá estavam, acompanhados pelo Tomás e pelo Gonçalinho, o Horno de Lenha continua a ter uns mexillones picantes deliciosos, a Mango continua a dar, isto em se estando pronto para uma noitada, a esplanada no Monte Bajo continua a ser a melhor das pistas, embora tenha aberto outra muito agradável com mantinhas, aquecedores e música chill out, toda ela muito branca e sofisticada, onde é possível comer realmente bem e beber Veuve, pena é ser quase no Pradollano, continuamos a chamar parabólica à Visera, embora agora já a desçamos rapidamente e sem medo, sim... é bem verdade que existem momentos inesquecíveis e pessoas incomparáveis, é por isso que podem passar 10 anos e acontecer tudo de novo, como se tivessem passado somente 10 dias.

1 comentário:

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.