sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

"isto de termos sido os dois jornalistas acaba por, de alguma forma, nos unir"
MEC

De tudo o que sei acerca de Miguel Esteves Cardoso, nada me tinha preparado para a constatação de que fosse detentor de um grandioso sentido de caridade. Eu sempre adorei este homem, desde as noites da má língua, até ao amor é fodido, passando pelas suas muitas crónicas e entrevistas. Agora passo também a reconhecer-lhe uma caridade infinita, digna dos mais exemplares cristãos.

12 comentários:

  1. "isto de termos sido os dois jornalistas acaba por, de alguma forma, nos unir"
    MEC

    Não obrigatoriamente! Nunca fui jornalista e não é por isso que não estou mais de acordo.
    Falemos seriamente tanto quanto a seriedade do post exige. Grande rapaz! Sempre admirei o MEC, e ainda ignorava que à sua profundidade intelectual associasse o desprendimento caridoso, sobremaneira grandioso quando neste, (nesse, naquele) caso concreto se trata de caridade objectiva e não de displicente caridadesinha.


    ResponderEliminar
  2. a ironia pode ser uma requintada galheta nas trombas, discreta e suave!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é tão bonito quando não é devidamente apreendida... como foi o caso.

      Eliminar
    2. não sei se gostei mais dos saltinhos histéricos "ai que bom, ainda bem que aconteceu uma <> para o MEC me dar atenção" ou se do vamos lá discutir pontos de vista com argumentos vazios quando nem sequer havia abertura para tal (basicamente foi apelidada simpaticamente de sopeira armada em emerrgente sem noção de bem estar e humildade e valores básicos)... tuldo lhe passou ao lado. Foi um bom momento, tenho que admitir!

      Eliminar
  3. Um Senhor! Ou um caso tipico, como já tu previas, de mais "Uma no cravo...".

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Se não foi passou a ser. Está assinado MEC.
      È como o filho do pai emigrado. Nasceu no curral é vitelinho familiar,
      Ora essa...

      Eliminar
  5. Pipoca,

    o video da piquena vai ser noticia hoje no Jornal da Noite da TVI.

    Maria Romão

    ResponderEliminar
  6. Posto isso, adorei o que ele disse.

    ResponderEliminar
  7. Pensei exactamente a mesma coisa!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele em conversa ainda é melhor, faz um ar absolutamente inocente enquanto dá umas alfinetadas deliciosas.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.