segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Quando uma mulher pensa que já sabe umas coisas, que já viu de tudo, aparece sempre alguém que sabe mais, com outro tipo de experiências, que lhe diz, sem falar, que uma mulher não passa de uma anjinha, que as coisas não são necessariamente assim. E uma mulher sorri e pensa que talvez as coisas possam ser diferentes mas que por enquanto ainda são como são, como devem ser, que ele há coisas na vida próprias de verdadeiros animais.

13 comentários:

  1. Isto inclui manter relações com pessoas vestidas de cabedal e que usem coleiras...

    ResponderEliminar
  2. Estas coisas dão-me vómitos. Enerva-me solenemente saber que tal, pelos vistos, não era considerado crime.

    ResponderEliminar
  3. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

    ResponderEliminar
  4. Esta gente não pode ser normal.
    Não é normal!!!
    Cambada de chanfrados.

    ResponderEliminar
  5. o bratwurst ganha tantos novos sentidos, pelos deuses!

    ResponderEliminar
  6. Há quem lhes chame evolução, e quem sou eu para refutar.
    Particularmente acho que muita gente confunde evolução por degradação, e entre isso e a homossexualidade, sobretudo a dos paneleiros, não encontro diferenças significativas nem vejo o mundo tão avesso em aceitar, muito pelo contrário.
    Assim como com tanta facilidade quase todo o mundo aceita, concorda, e até! Pelo demonstrativo esclarecedor das leituras que vou fazendo por aí em blogs e outras diversas em que a paneleiragem não só é normal como deverá ser obrigatoriamente aceite pelas mentes evoluídas; também a bestialidade caminha a passos largos para a mesma respeitabilidade.
    É tudo uma questão de habituação.

    ResponderEliminar
  7. Sabia que existia, mas que era legalizado!!!!Não fazia ideia.Estou chocada :(

    ResponderEliminar
  8. Enquanto as coisas forem como são, pelo menos para alguns, o mundo continuará a girar e tudo irá bem.

    ResponderEliminar
  9. Ai o que me ri com a naturalidade com que vem escrito no artigo que os «praticantes pretendem contestar» em ter sexo CONSENSUAL com animais...

    Ai! Rir para não convulsar outra coisa cá para fora :(

    Na Alemanha proibe-se tudo e mais alguma coisa, agora que alguém esteja disposto a vir a publico assumir-se como praticante de zoofilia é algo... Pronto! Acabei de vomitar! Eu avisei.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.