sábado, 29 de dezembro de 2012

Este ano tinha sido um bom ano até ter sido parada com 0.52. Ninguém é parado com 0.52, de repente uma pessoa vê-se rodeada de gente que até chora, de gente que vai presa, uma pessoa nem acredita que aquilo está a acontecer, a policia até estava com algum dó de uma pessoa, jantares caros, estes,  que acabam por ficar em 300€, uma pessoa tem agora de falar rapidamente com alguém das leis, que uma pessoa corre o risco de ficar sem carta e uma pessoa não pode, pura e simplesmente ficar sem carta, ou as coisas deixarão de ser como têm de ser.

27 comentários:

  1. Alguém estará em divida para com uma pessoa até ao fim dos seus dias, uma pessoa acabou de ficar com um ascendente admiravelmente tirânico sobre outrem...

    ResponderEliminar
  2. Deu folga ao motorista, Pipoca!?

    Esta semana estava eu a descer a rua paralela à minha, quando a policia me manda parar dizendo que estava a conduzir na faixa contrária???? Será que ao curvar, as rodas pisaram a faixa contrária, fiquei muda e ainda me diz que a multa era 250 euros. Não fosse eu mestrada em Reiki, teria ficado sem o dinheiro para o jantar, mas lá o enchi de Cho-ku-rei e foi-se embora a falar sozinho e era um xxxxaloio que falava axxxxxim, de meter dó. Verdadeira caça à multa, logo pela manhã, só tinha bebido um sumo de laranja.

    Feliz Ano Novo, com muitos jantarinhos no Olivier;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pior, levei o automóvel de alguém que não estava em condições de conduzir. Nunca me passou pela cabeça que eu própria fosse acusar alguma coisa, não bebi praticamente nada, já não bebia havia umas horas, 250€ de coima, uma alegria!
      E os policias foram impecáveis, nada a dizer.

      Eliminar
  3. Devias ter pensado nisso tudo antes de começares a conduzir. Para a proxima que conduzas um carro que nao e' teu, primeiro ve se os documentos estao todos em ordem. e nunca ouviste dizer "se conduzir nao beba"? Duas dicas mais basicas nao ha.

    ResponderEliminar
  4. Xina pah até doi...
    Cuidado sempre, eles andam aí...

    ResponderEliminar
  5. Para quem bebe pouco, o efeito costuma ser maior. Eu nunca toco em álcool, imagino que duas caipirinhas me punham bêbada.

    ResponderEliminar
  6. Deixe lá, é para bem da nação, é uma boa contribuição para abater no deficit, o seu governo agradece.

    ResponderEliminar
  7. Bem me parecia que era tudo uma questão de palhete.
    Agora continue a dizer: Ah! E tal, desde quando as coisas têm de fazer sentido.

    Têm porque quem bebe o que quer paga o que não quer. Viu!?

    ResponderEliminar
  8. Aconteceu-me exatamente a mesma coisa há uma semana atras. Fui jantar e como nao era eu que levava carro bebi a vontade. No fim, a pessoas que levou o carro nem de pé se aguentava e tive de o trazer. Na primeira curva uma operação stop, tinha 0,57 no primeiro sopro, o policia disse-me para aguardar meia hora e fazer um segundo sopro porque como o valor era baixo podia descer para um nivel aceitavel. Enquanto estava a espera fui falando com o policia, disse-lhe que sim, que tinha bebido, muito, que sabia que tinha agido mal, que realmente é uma irresponsabilidade pegar num carro naquele estado, perguntei quanto era a multa (250€ e 1 mes sem carta) preparei-me psicologicamente para o mes sem conduzir e a carteira magra. Disse-lhe que isto a cima de tudo ia dar para perceber o meu limite de tolerancia ao alcool, e, o mais impoetante, nunca neguei que tivesse bebido, nunca chorei, não fiz cena nenhuma. Estava perfeitamente consciente que tinha agido mal e que ia pagar por isso. Quando voltei a soprar, em vez de diminuir tinha aumentado... Sabes que mais? O policia mandou-me embora para casa e não me multou.
    Pesou o facto de eu não ter chorado, berrado ou feito uma cena, e de ter sempre admitido e estado consciente que tinha agido mal.
    Falo por mim, eu tinha bebido muito, muito mesmo, por isso, ate fiquei admirada por dar um valor tao baixo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorte... Os "meus policias" foram simpáticos, mas não ao ponto de me deixar ir embora.
      Aquilo estava para ali um verdadeiro festival montado, vi homens de barba rija a chorar (acho que esse foi preso...)

      Eliminar
  9. Ó anónimo; que pelos vistos é anónima.
    Isso é de ir aumentando é de facto muito estranho...ou talvez não.
    São os tais insondáveis e nunca desvendados mistérios da natureza que nos deixam sem explicação que proliferam por aí, e só nos resta aceitá-los sem questioná-los.
    Uns morrem por falta de ar, outros é um ar que lhes dá. Enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é nada estranho, depende se se bebeu há muito ou pouco tempo e se o álcool ainda está a subir ou, pelo contrário, se o seu efeito já está a desaparecer

      Eliminar
    2. Nada como discutir com quem sabe. Só o especialista nos inculca a sabedoria; pois.

      Eliminar
    3. Há ah ah querido Pássaro, estamos brincalhões, hoje. Feliz 2013!

      Eliminar
    4. Sabe como é, Pipoca. Nada falta a quem Deus tem.
      Obrigado; para si também. E que no virar de mais uma página na história da humanidade, o novo ano seja o ínício de um futuro mundo onde todas as crianças possam rir.
      Quanto ao palhete; pois...
      Só os malvados bebem água. Ficou bem provado com o dilúvio.

      Eliminar
    5. Se todas as crianças puderem rir, será um mundo perfeito. Haja esperança e vontade de fazer mudar.

      Eliminar
  10. Por outro lado.
    A menina Pipoca deve conformar-se e interiorizar que tudo são desgraças nesta vida, como dizia uma minha vizinha, a outra vizinha também, confortando-a da morte do marido.
    - Deixa lá, nina: tudo são desgraças nesta vida e ninguém diga que está bem. A ti morreu-te o teu homem, a mim foi-me uma galinha a pôr fora.

    ResponderEliminar
  11. Oh! Mas a minha vida não é feita de desgraças, muito pelo contrário, isto está longe de ser uma desgraça, estas pequenas contrariedades servem até para apreciarmos a bonança...

    ResponderEliminar
  12. Isso também não deixa de ser verdade! Só se aprecia verdadeiramente a liberdade depois de se ter dado com os costados na choldra. Só se dá valor a fidelidade depois de se ter sido enfeitado.
    E por aí adiante...

    ResponderEliminar
  13. Há que beber suminho...
    Se bem que não é a mesma coisa, eu sei...

    ResponderEliminar
  14. Muito Feliz Ano Novo, Pipoca!
    Sua, Pedrinha!
    :D

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.