quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Em quadrados

Ele estava aborrecido, dizia que era sempre a mesma coisa, preparava um assunto, trocavam-lhe as voltas, que as pessoas eram incapazes de cumprir agendas, que assim era impossível trabalhar. Sorri e recostei-me na cadeira, perguntei-lhe se era um bom jogador de xadrez, à resposta negativa observo-lhe que o segredo não é pensar na jogada seguinte, é antecipar as 3 próximas jogadas. Foi quando descobri isso que finalmente consegui ganhar ao meu pai.

3 comentários:

  1. Vê o filme "Xeque à rainha", sobre uma senhora humilde que fica fascinada com xadrez e aprende a jogar. Até ganhar ao professor. ;)

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.