quinta-feira, 11 de outubro de 2012

As 50 sombras mais negras

E de coração vos digo que irão chover posts a dizer que aquilo não presta, a autora não sabe escrever, a tradução está mal feita, os personagens não valem nada, as cenas de sexo têm pouco ou nada de bondage, em resumo, a blogoesfera tornará a condenar o livro, tal como condena a casa dos segredos e, no entanto, ele estará no primeiro lugar do top e aí se manterá durante semanas consecutivas.

19 comentários:

  1. bem...eu já comprei! não resisti...depois de ter lido o primeiro (que efectivamente não é nenhum nobel da literatura), a curiosidade venceu e trouxe um comigo para casa!

    ResponderEliminar
  2. Em Madrid apanhei meia dúzia de mulheres a ler o livro no metro... e sem pudores ou vergonhas.

    ResponderEliminar
  3. Não há que ter vergonhas. Aborrecer-me-ia bastante mais ser apanhada a ler o livro das relações e dos conselhos matrimoniais, mas lá está, não corro o risco.

    ResponderEliminar
  4. S*, em Madrid são todas umas desavergonhadas é o que é!

    ResponderEliminar
  5. Jiboinha, a mi me gusta Madrid y sus habitantes, confesso que gosto mesmo é da Ortega y Gasset, poucas coisas há que se lhe compare.

    ResponderEliminar
  6. já li,em inglês portanto não posso avaliar a tradução mas posso adiantar que é tremendamente chato e sim é verdade, tem pouco de bondage.
    Ah e eles casam (apeteceu me ser mete nojo).
    O 50 shades freed está na mesa de cabeçeira á espera que eu me decida se sim ou se não.

    Helena

    ResponderEliminar
  7. Eu sabia...pipoca é cá das minhas! Verdade que gosta de Ortega y Gasset?
    Isto é que é uma pipoca!

    ResponderEliminar
  8. Embora não sejam as circunstâncias a decidir a nossa vida, elas influenciam-na e em muito, quis a circunstancia ou o destino, sei lá, que Ortega y Gasset se me atravessasse mesmo à frente. Nunca mais, lhe consegui resistir, é o paraíso.

    ResponderEliminar
  9. Pipoca e gostas mais da vertente filosófica ou metafísica? Do José, claro.

    ResponderEliminar
  10. Sem sombra de dúvidas da vertente filosófica. É toda uma nova filosofia de vida que se abre diante de uma mulher.
    (e já que estamos em maré de cultura também gosto muito da Velazquez)

    ResponderEliminar
  11. Então e da Margarida, não gostas?
    Que falta de cultura e de respeito.

    ResponderEliminar
  12. Pipoca, Velazquez e Serrano. Ortega y Gasset só para lavar as vistas ou ir comprar vinho.

    ResponderEliminar
  13. Jibóia, das 3, prefiro sem dúvida a Ortega y Gasset. É lá que estão as melhores aquisições, uma pessoa desce a rua, pára aqui, prova ali, vê mais acolá e desemboca naquela plazza cujo nome agora se me esqueceu, em plena medastore da Prada. É o paraíso na terra.
    E em verdade lhe digo que não me consigo lembrar de uma única loja de vinhos (não que perceba alguma coisa de vinhos espanhóis, para além de já ter bebido uns muito bons).

    ResponderEliminar
  14. Anónimo,
    não gosto da Margarida e posso afirmá-lo com toda a verdade porque caí no erro de comprar o seu primeiro romance, "sei lá". Uma coisinha tipo harlequim, sem graça nem enredo. Mas a verdade é que o que me aborrece mesmo, na Margarida, é a pessoa da Margarida, se ela prometesse estar calada eu até poderia fazer o sacrifício de ler mais um livro, assim sendo...

    ResponderEliminar
  15. Talvez porque te foques mais na Prada ou não passes lá na rua há algum tempo :)

    ResponderEliminar
  16. Concordo com alguém que disse que As 50 é "tremendamente chato"; li em inglês e não há pachorra para ler aquilo. Antes o Tio Patinhas, se bem que gosto do género do primeiro.

    A casa dos segredos não vejo, nem mesmo tendo por lá um colega de escola.
    Gostos e preferências!

    ResponderEliminar
  17. Ambas as duas afirmações são verdade, Jibóia, ambas as duas...
    (tenho de ver se corrijo isso rapidamente)

    ResponderEliminar
  18. Do livro não quero saber para nada, agora...depois de saber que o Mr Grey em película vai ser o Ryan Gosling...bem, obviamente "terei" de me obrigar a ver.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.