quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A minha vida é isto

Mas quantos cremes para a cara conseguem as rosinhas usar? Agora fiquei confundida, logo eu que raramente me confundo, uma semana é um, na semana seguinte já falam de outro, todos eles fazem maravilhas pela pele, ora pois claro, mas então não era suposto usar um creme por uns meses porque os efeitos não se notam assim, só em dois ou três dias? Isso da pele mais lisa e mais firme ainda demora um tempo a acontecer ou é só em 2 dias? E será que elas compram um creme e passados 2 dias vão a correr comprar outro, só assim, a ver se é melhor? E deitam fora o primeiro? Dúvidas, dúvidas, a minha vida é isto, só dúvidas.

Verdades Picantes #20

Os tolos, por norma, acham que podem falar sobre tudo, que dominam um pouco a generalidade das temáticas, ainda que não tenham senão banalidades ou disparates a dizer. E, de coração vos digo, que não há tolo mais tolo, que o ignorante com a mania de que é importante.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Sintra, doce Sintra

José Castelo Branco é candidato a Sintra.... ahahahahah! E a seguir que teremos? Alguma das nossas sumidades disto dos blogs no ministério da cultura? Virgem Santíssima, que país este, juro que não acredito em bruxas mas... elas andam aí.

Devagar é bom

De que serve ele saber que Connery é o melhor dos seis Bonds, que existiram seis Bonds, recitar os filmes oficiais cronologicamente, dizer-me que ninguém o faz tão bem quanto eu, assim em sussurro, ao ouvido, que quase desejaria que houvesse alguém que o fizesse melhor, que quando o abraço há uma espécie de magia em mim, que o impede de ir embora e impele a ficar, que enfim sou a melhor, se depois, quando lhe falo em slow fox, me responde, com um ar ligeiramente intrigado, que as raposas são animais velozes?

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Gracinha

Um dia, Gracinha, quando tiver filhos, certifique-se que os põe rapidamente a fazer desporto, de preferência de competição, a pratica do exercício de competição leva à disciplina, à procura da superação, ao sacrifício, à tenacidade e, não menos importante, ao respeito pelo adversário. E isto Gracinha, é tudo aquilo que alguém precisa para ter sucesso pela vida fora. Sabe Gracinha? Isto de sermos os melhores é um gosto que se adquire e não se perde nunca.

Só desilusões, a minha vida é só desilusões

Oh que desilusão, nem um único comentário ao post abaixo, uma pessoa abre uma excepção, pergunta da vossa vidinha, finge que se interessa em interagir com vocês, criar empatia e sei lá mais o quê... e que fazem vocês? Ajudam? Dão troco? Nada, Nicles, Rien!... Cambada de leitores desnaturados, aposto que não disseram nada porque nem sabem o que é beluga...

sábado, 27 de outubro de 2012

A Pipoca vai ao supermercado

Hoje fui ao supermercado, dei folga à D. Albertina, precisava ir à terra, uma filha doente, tenho um petit gathering cá em casa e constato que se me acabou o beluga, lá me enfio no automóvel alemão e acabo por comprar o beluga e mais uma série de coisas em falta. Depois voltei para casa. E a vocês? Já vos aconteceu isto? Gostam de beluga? Esperaram muito tempo na caixa? Compraram ovos e partiram algum? Digam-me tudo!!!!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Gracinha

Gracinha, minha querida, venha cá, estou muito desiludida consigo, então vê o animal no meio do parque, coitadinho, está morto de susto, afinal está perdido no meio daquele transito de crianças sem fim, e, em vez de pegar nele e o pôr de volta no ninho, fica ali com um sorriso triste na cara a pensar o quão sensível é, que é tão amiga dos animais e que é uma pena haver tanto sofrimento? Gracinha minha querida, isso não é sensibilidade, na melhor das hipóteses poderá ser ingenuidade mas infelizmente estou em crer que será simples estupidez. Agora vá, minha querida, vá e prometa-me que não torna a abrir a boca sem pensar no que diz.

Eu podia ser uma Pipoca sem blog

... mas teria de acabar os meus post com um "e a vocês? já vos aconteceu? que acham? o que têm a dizer sobre isto?" e de coração vos digo, que a Pipoca é algo narcisista e que o seu interesse pela vida alheia é no mínimo limitado.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Tenho aqui um post a queimar-me os dedos, estou na maior indecisão, se o publique ou não, logo eu que costumo ser de fácil decisão, mas senhores, isto não é um blog de elite, afinal eu não pergunto aos leitores "e vocês"? Por aqui não se fala de relações nem de namoros, não há workshops, não se fala de moda nem de cremes que fazem crescer o cabelo a carecas, minha nossa Senhora, na verdade nem sei bem do que se fala por aqui, agora fiquei deprimida, se publico ainda pensam que isto é um hate blog, afinal é só uma piada fácil. Mas na verdade o que eu queria mesmo dizer é que há muita gente sem sentido de humor, afinal um piscar de olho será sempre um piscar de olho.

Verdades Picantes #19

Decorai a seguinte mantra:
as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras, as mini saias ficam bem a meninas magras.
Já está? Óptimo. Ide em paz.

Em quadrados

Ele estava aborrecido, dizia que era sempre a mesma coisa, preparava um assunto, trocavam-lhe as voltas, que as pessoas eram incapazes de cumprir agendas, que assim era impossível trabalhar. Sorri e recostei-me na cadeira, perguntei-lhe se era um bom jogador de xadrez, à resposta negativa observo-lhe que o segredo não é pensar na jogada seguinte, é antecipar as 3 próximas jogadas. Foi quando descobri isso que finalmente consegui ganhar ao meu pai.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Os problemas dos homens #18

Acharem que o sentido de humor é a chave milagrosa.

Queridos mudei o título ao post

Não há cá mais guilty pleasures para ninguém, as pessoas são burras como as portas, não sabem interpretar o que leem, ou então é vontade de dizer mal, sei lá, mas para que não haja confusões mudei o nome ao post de baixo, o qual é sobre comportamentos em geral, OK?
E já agora, a saga guilty pleasures não visa ninguém em particular é sobre alguns comportamentos, mais uma vez gerais, susceptíveis de serem observados, OK?
Agora desandem. Até mais loguinho.

Verdades Picantes #18

E por falar em falsos moralistas, lembro-me, vá-se lá saber porquê, isto das associações é uma coisa tramada, das tias benzocas e das suas caridadezinhas, sempre metidas nas igrejas mas que não hesitam em subornar o Dr Francisco, aquelas que põem os filhos loiros, vestidos de Ralph Lauren, ao lado dos pretinhos a quem deram uns brinquedos semi-novos, que isto está tudo pela hora da morte, e aproveitam para tirar umas fotografias que pespegam no facebook, ou enviam por mail para as amigas, as mesmas que falam amigavelmente com toda a gente e que nunca difamam o próximo, é sempre com um "coitadinha da Mixuca, veja lá o que ela foi fazer....", mas falava eu dos falsos moralistas, aqueles que se indignam com tudo, veem maldade em tudo, criticam o destilar de ódio alheio, a falta de vida e sei lá eu mais o quê... e, no entanto, vai-se a ver e os comentários que vão, simpaticamente, depositando aqui e ali, são maldosos, mesquinhos, muito mais odiosos e intolerantes que qualquer opinião sobre a qual opinam. Engraçado, não é? A vida tem destas incoerências fantasticamente lixadas.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Há uma linha...

que separa os falsos moralistas das outras pessoas, aquelas que tentam guiar-se por princípios sãos, que vão errando e aprendendo a não repetir. Os tempos mudam, antigamente os primeiros encontravam-se, principalmente, nas igrejas, mais propriamente nas sacristias, à roda do sr. padre, hoje em dia é na internet.

Guilty Pleasures III

Não deixa de ser psicologicamente revelador, que o post mais comentado deste blog, seja o único post em que se emite uma opinião desfavorável sobre outro, ainda que não identificado.
Somos danadinhos para má língua, não somos?

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Guilty pleasures II

Fechados que estão os comentários ao post polémico, fica-me a clara sensação de que as pessoas confundem liberdade de expressão com críticas mesquinhas, que quem ousa falar de um blog, deixa de ter vida própria, que não deve julgar, que se deveria era preocupar com a sua vidinha, pobre e vazia, na certa.

Ora eu tenho para mim, que isto quem escreve na net é como quem escreve um livro, que escreve para o público e que está sujeito à crítica alheia. E eu tenho a porventura tola convicção de achar que tudo pode ser dito, desde que com educação. Se todos nos achamos no direito de criticar aquilo do Grey, as crónicas da Margarida e um sem número de autores, sem qualquer espécie de problema, porque não se poderá fazer o mesmo acerca do conteúdo de um blog? Ou da sua escrita? Quanto a mim é a mesmíssima coisa, os blogs não passam de um apanhado de histórias, para o público ler, umas boas, outras más, umas com graça, outras mal escritas, umas inteligentes, outras aborrecidas, sempre para o público ler. Sim, eu sei, que a grande maioria dos bloggers escrevem para si, não têm qualquer interesse no público, tanto se lhes dá terem 5 como 500 leitores, estranhamente não privatizam os seus blogs, estranhamente respondem a todos os comentários, nem que seja com um obrigado por comentares, o público gosta desta reciprocidade, volta lá, continua, enfim, a ser público.
A Pipoca escreve para quem a lê. E gosta disto, de ter leitores, gente que acha graça às coisas que vai dizendo, que se dá ao trabalho de vir aqui deixar comentários, sejam eles a dizer que sim ou que não, sabendo que será impossível agradar a todos, que será fantástico agradar a alguns. E, em escrevendo para o público, a Pipoca sujeita-se a que muitos achem ser o seu alter ego uma colagem à mais Doce, que outros pensem este blog apenas servir para dizer mal do original, outros, ainda, que é uma falta de criatividade, muitos adivinham a verdadeira razão. Enfim, em escrevendo para um público estamos sujeitos à sua crítica, aqui, ou noutro espaço qualquer. Porque não me lixem, quem não quer críticas não escreve para o público, um blogger é, à sua maneira, uma figura pública com tudo o que isso traz de bom e mau.

Que fizeste no fim de semana Picante?

Nada. A minha vida não é só glamour. Aproveitei a chuva para ficar em casa a devorar filmes, séries e scones. Adoro a chuva.

domingo, 21 de outubro de 2012

Fechados os comentários no post abaixo fica a possibilidade de uma futura dissecação do foro psicológico, acerca do conteúdo dos mesmos. Isto claro, em me apetecendo.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Guilty Pleasures

O que será que leva a que uma pessoa vá frequentemente espreitar um blog muito para lá do mau? Poderia ser mal escrito, mas de coração afirmo que esse nem é o maior dos males, o homem está enamorado, a namorada deu-lhe com os pés, ele adoraria tornar a enamorar-se e é tão aborrecido, senhores, mas tão aborrecido que me parece conseguir adivinhar porque raio levou ele com os pés. E no entanto, volta e meia, vou lá, e saio dali a pensar como será possível alguém ser assim... aborrecido, e parvinho, e sinto vontades grandes de comentar sarcasticamente, e não consigo porque até dá dó. Sou uma fraca, é o que é.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Does it ring a bell?

“Não há futuro económico e social possível quando o problema principal não é o excesso de consumo privado, com o que nos querem convencer, mas o excesso de consumo público, a monstruosidade das despesas públicas.”
Francisco Sá Carneiro, 1978

Para quando, o Mc Corato?

Teria com certeza um imenso sucesso, ali vendido, nos arredores do estádio da luz.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Pata aqui, pata ali

filha de rei a guardar patos, é coisa que nunca vi, é coisa que nunca vi.

Porque a vida sem sal não tem qualquer sabor, é claro que a Pipoca lê o Pipoco. Aliás, a Pipoca apenas nasceu para testar a sua teoria, a qual se confirma em parte. Para além do nome sugestivo e dos comentários estrategicamente depositados aqui e ali, bastará criatividade, saber e sexo. E se two out the three aint bad, one is enough. Ele tem tudo isso, todos os três, se um é por acaso, os outros nem por isso. Avé.

Eu podia ser uma Pipoca Salgada

Mas teria de ter imaginação e criatividade para escrever assim. E em verdade vos digo que as coisas são como são, se é possível reconhecer os escritos dos antigos, as frases corridas de Saramago, desmontar armadilhas para gozo do autor, impossível será encontrar engenho e arte onde ele não existe. O seu a seu dono até porque a Júlia não basta sê-lo, há que parecê-lo. A Pipoca não poderia ser Salgada, ainda que quisesse.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

E por cá os ladrões tem ordem para assaltar

Ah!... mas umas palmadas no rabo não se pode dar, que isso seria molestar as pobres crianças. Agora, algemar pequenos delinquentes já não é problema, mais tarde pode ser que se virem para aquilo do Grey, nunca se sabe.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Hoje estou umas mãos largas ou mais coisas sobre a vidinha da Pipoca

8000. Oito mil. 8000. Oito mil.
(ainda não estou em mim, estive a fazer as contas, assim por alto, aos novos escalões de IRS)
Face a isto acho muito bem que tenham atribuído o nobel da paz à UE. Vão ter muitas bocas para sustentar no próximo ano, a verdadeira oportunidade para mostrar como são caridosos.

A Picante abre uma excepção e fala da sua vidinha

Também ando muito aborrecida com esta crise, isto é um aumento desenfreado de impostos, o ano não se faz e não haverá bónus anual, também eu tive de me reinventar, fazer uns cortes enfim, este ano não comprei Pera Manca na feira do vinho, lá passarei a ter de beber Tapada de Coelheiros, Esporão e Cartuxa, estavam com 20% de desconto no fim de semana, aliás, depois da quantidade avultada de euros que gastei, não sei se não terei também de cortar no ginásio, uma maçada, a minha vida é isto.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

As 50 sombras mais negras

E de coração vos digo que irão chover posts a dizer que aquilo não presta, a autora não sabe escrever, a tradução está mal feita, os personagens não valem nada, as cenas de sexo têm pouco ou nada de bondage, em resumo, a blogoesfera tornará a condenar o livro, tal como condena a casa dos segredos e, no entanto, ele estará no primeiro lugar do top e aí se manterá durante semanas consecutivas.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Verdades Picantes #17 ou A Pipoca também fala de moda

Disso que foi a correria às lojas daquela cadeia que vende roupa de qualidade extremamente duvidosa, por causa de uns acessórios manhosos, desenhados por uma senhora que mais parece um travesti, aquela que vos escreve só tem a dizer uma coisa: H&M sempre foi e sempre será H&M, poderá ter as etiquetas que quiser, o produto final será sempre manhoso, seria o mesmo que espetar com uma das "meninas" da casa dos segredos em Windsor, não correria bem,verdade?

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

A Pipoca também fala das bandeiras

No passado, uma bandeira hasteada ao contrário significava que o país tinha sido tomado por inimigos, ou que estava em apuros e precisava de ajuda. Hoje em dia, significa o mesmo... e ainda que alguns dos responsáveis pelo protocolo são uns perfeitos idiotas.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

A Portuguesa

E não é que concordo com o António Costa? Este ano, o 5 de Outubro, é celebrado no Intendente em vez de o ser nos Paços do Concelho. Parece-me bem, tendo em conta que temos uma república de chulos, acrescento que o Parque Eduardo VII ou o Conde Redondo também seriam sítios adequados à efeméride.

Gracinha

Minha querida, não vale a pena reclamar do estado das coisas, elas são assim mesmo, agora é andar para a frente e trabalhar, afinal de contas é muito difícil que não sendo honrados os principais cidadãos de um estado, os outros queiram ser homens de bem; que aqueles enganem e estes se conformem com ser enganados.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Ainda disso da Diana

Afinal estava enganada, não era a Nokia, era a Cacharel com o Catch me. E agora é ver os portuguesitos muito indignados, que era mentira, que afinal não há contos de fadas, que o Pai Natal não existe. E não é que até as dos blogs rosinhas se mostram indignadas? Que a publicidade enganosa é um mal terrível? Os desígnios do Senhor são misteriosos e insondáveis, irónicos mesmo, querem lá ver que elas vão deixar de falar dos cremes milagrosos, dos detergentes que são mesmo bons, das pulseiras manhosas, dos automóveis que afinal são carrinhos de linhas?

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Eu podia ser uma Pipoca Arrumada...

...mas teria de fazer compras no freeport, encontrar looks por menos de 100€... e na verdade eu gosto mesmo é de comprar na avenida da liberdade. Além de que os pumps me favorecem mais que as alpargatas.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Futurologia Pipoqueana

Hoje ver-se-ão fotografias de ténis e gentes em lycras justas, que o tempo foi fantástico, que a corrida se fez muito bem, a meia pois está claro, ninguém, vai à mini que somos todos uns desportistas como deve ser, afinal de contas a manifestação foi convocada pela cgtp e como tal ninguém por lá passou.