quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Do bem escrever #1

Que faria uma Pipoca
apesar da fatiota
se não tivesse alguém
para lhe querer bem?

Hades ou hás-de
haverá ou haverão?
O resposta é simples, grita o rural,
o verbo haver não tem plural.

Substitui haver por ser*
não tem nada que enganar
a menos que o haver
seja ele próprio um auxiliar.

E assim irá o anónimo
que afinal não é ninguém,
arrotar seu pseudónimo
a quem lhe queira bem.

E a Pipoca, roga encarecidamente
dai-me alma e placidez
para aturar esta gente
que Deus, por engano fez.

Esta porra não está bem feita
mas nunca disse saber versejar
já é uma sorte isto rimar
agora ide velejar.
(ou apanhar vento na tromba, vá... que velejar é caro e não é para todos...)


*existir ou ocorrer não rima

4 comentários:

  1. ahahah Mas que bem, uma resposta à altura.

    ResponderEliminar

  2. Haveriam ou haverão
    É coisa bem complicada
    tá-se aqui até a exaustão
    e ninguém enfarda nada..

    Não ouças a cambada...

    Substituir haver por ser
    cuida-te, dá o fora e dessa sai
    Desde há muito ouço dizer.
    Que nem tudo que balança cai.

    Esconde-te sempre do pai...

    Existir rima com persistir
    Puxe lá pela cabecinha
    Já ocorrer p´ra existir
    É coisa mais malandrinha.

    Não digas nada à madrinha...

    Todos sabem versejar
    Haja empenho e paixão
    É como à noite ao deitar
    quando há ganas e tesão.

    Mas foge do garanhão...

    Sou um pássaro viajeiro
    Pelo mundo caminheiro
    Não, não vou velejar
    Alço asas e daqui desopilar.

    E d'aguardente m'enfrascar...


    ResponderEliminar
  3. Pipoca, eu estava a brincar, não leve a mal.
    Quando disse no pior pano, era brincadeira. Desculpe então. E não, infelizmente não sou uma alma iluminada.
    Olhe, tem graça e escreve bem.
    Pássaro, continuo a ser sua fã.

    ResponderEliminar
  4. De todo Anónimo(a), eu não levo estas coisas a mal, aliás eu própria brinco ao escrever aqui, afinal é mesmo para isso que os blogs servem, para nos divertirmos.
    Obrigada pelo elogio, de todo imerecido, eu sei que escrevo com alguma correcção. Daí a escrever bem... não tenhamos ilusões.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.