segunda-feira, 2 de julho de 2012

Vamos a Isto?

A Polo Norte dispensa apresentações. A pessoa que dá vida à Pipoca acha que os blogs servem para nos divertirmos, mas às vezes, quando temos sorte, também servem para isto. Ser dador de medula não custa nada, é só 30 minutos do vosso tempo e uma piquinha de nada e, se tiverem mesmo muita sorte, poderão levar convosco a satisfação de ter salvo uma vida. Portanto, tudo a correr ao Centro de histocompatibilidade (Hospital Pulido Valente, Alameda das Linhas de Torres, nº 117, 1769 – 001 Lisboa). E quem tiver uns euritos de sobra, está ali em baixo o nib. Dê, vai ver que sai a ganhar.
A Bia continua em tratamentos, uma semana por mês faz quimioterapia no IPO de Lisboa. Mas deviam conhecê-la e perceber a energia que ela tem. Uma lição de vida.
Ser dador de medula óssea é simples: basta dirigir-se a qualquer Centro de Histocompatibilidade do Sul, do Centro e do Norte e o processo é muito semelhante ao de uma simples doação de sangue. Mais informações aqui. Se eu conseguir que uma pessoa que seja ganhe coragem e se dirija a um destes sítios para se tornar dador, então, estes quase 3 anos de blog valeram a pena.

(e agora voltamos ao registo normal de cinismo compulsivo)

7 comentários:

  1. Telefonei e disseram-me que era necessário ter mais de 47 kg...sou uma pluma,para meu próprio desespero....às vezes,vá...

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente já recebi transfusão de sangue e não posso ser... mas torço para que corra tudo bem com a Bia, espero que todos se juntem para divulgar e lutar por um bem comum. :)

    ResponderEliminar
  3. Eu sou e nunca fui chamada. Pode ser que um dia...

    (ninguém pesa 47kg, cá beijinho)

    ResponderEliminar
  4. Pesa!
    Se tiver um metro e quarenta, pesa sim senhora, porque não.
    Eu sou dadora há muitos anos

    ResponderEliminar
  5. Estou inscrita e nunca fui chamada. Terei todo o gosto em fazer uma transferencia. Menos sapatos mais solidariedade!

    ResponderEliminar
  6. Estou a gostar cada vez mais de ler este blog! Para já, consegue estabelecer a distinção entre ironia e escárnio (quase diria humor britânico versus humor tuga)e de repente puxa-nos para um assunto tão sério, que de tão importante, urge falar sobre ele. Continuem assim. GOSTO!

    ResponderEliminar
  7. Boa pipoca! A ajuda nunca é demais.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.