quarta-feira, 25 de julho de 2012

Pequenos grandes imbecis

E lá estava ele, a chamar chamar estúpida e parva à mãe, enquanto ela fingia não ouvir, sob os olhares de censura dos restantes adultos, e ele continuava, até que os mais pequenos intervieram e lhe disseram, com ar indignado, que não se dizia essas coisas às mães, que estava a ser mal educado. E eu vi o pequeno a amuar, a mãe a olhar para o lado, e pensei, cá para mim, que as mães dos anónimos da blogoesfera também devem ter sido assim como aquela, desculpando-lhes tudo e não lhes dando as palmadas que mereciam.

14 comentários:

  1. ah ja percebi... a coisa é só mesmo contra a sua homónima... outros na mesma lógica "depressiva" não entram. peço desculpa sim...

    ResponderEliminar
  2. Uma chapada bem dada podia não resolver o problema em definitivo, mas podes crer que o tornava menos irritante no momento. Levei as minhas palmadas... e não era menina de birras, imagina se fosse. Há muito anónimo que nitidamente devia ter levado com um piripiri na boca.

    ResponderEliminar
  3. Anónima queridinha, a menina anda a ler mal, onde é que vê por aqui ataques à outra Pipoca? Se achar dou-lhe um caramelo, sim?

    ResponderEliminar
  4. Pois eu acho que umas palmadas bem dadas na hora certa só faz bem.

    Agradeço a maneira como fui criada. A minha mãe só falava uma vez e ás vezes bastava olhar para a cara dela!!!

    Obrigada mãe.

    ResponderEliminar
  5. Mas olhe que já vi semelhante ali para os lados da Avenida de Roma, só que o menino tratava a mãe por você claro! No melhor paninho também cai nódoa, quanto mais nos tais "anónimos"!

    ResponderEliminar
  6. Mas olhe que já vi semelhante ali para os lados da Avenida de Roma, só que o menino tratava a mãe por você claro! No melhor paninho também cai nódoa, quanto mais nos tais "anónimos"!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo(a) a boa educação não escolhe "classes" e não tem rigorosamente nada a ver com dinheiro.

    ResponderEliminar
  8. Ninguém falou em dinheiro! Mas afinal a boa gente não.mora para esses lados e os outros são pobrezinhos? Sem berço? Com pulgas? Com nomes estranhos tipo Patrícias e afins? Secalhar não...

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente, anónima, hoje em dia há pobrezinhos por todos os lados, são consequências da crise ( e daí talvez não...)

    ResponderEliminar
  10. Mas estes malditos anónimos, excumungados do inferno só sabem andar a infernizar a vida das pessoas? São anónimos dizem o que querem porque não têm coragem de se assumir, cobardes.

    ResponderEliminar
  11. Eu sempre levei as minhas "palmadas pedagógicas" e hoje agradeço aos maus pais cada uma delas...
    Hoje tenho noção no quão importantes foram na construção da minha personalidade e no quanto me ajudaram a crescer e a tornar-me a pessoa que sou hoje...

    ResponderEliminar
  12. Tá certíssimo Pipoca! Ahah

    ResponderEliminar
  13. Timido, eu nem levei muitas porque, como outra leitora afirmou, já me bastava ver o olhar da minha mãe.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.