segunda-feira, 2 de julho de 2012

Como gerar comentários

Em tendo algumas visitas, quaisquer 300 diárias serão suficientes, basta escrever uma qualquer patacoada, preferencialmente um episódio da vidinha, terminando com um E a vocês? Já vos aconteceu? Digam-me tudo!
Não importa o facto de uma mulher não estar minimamente interessada nas respostas dos visitantes, respondei a todas, tereis o dobro dos comentários.
Palavra de Pipoca

8 comentários:

  1. Acho que a caixa de comentários não deveria servir de chat... só respondo quando me fazem uma pergunta/me provocam com piadas. De resto, eu dou opinião, respondem com opinião. Não vale a pena responder de novo.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Pipoca.
    A minha alma está pasma com a tua sabedoria, a sério!;) Fico mesmo sem jeito por ver como sabes dizer as verdades com tanta lucidez e gostava tanto de ser como tu, mas não sei e sou mesmo uma burrinha.
    Como és esperta podias ajudar-me para eu me poder desencivilhar de duas cabras que me estão a dar cabo da hortinha, que não sei mesmo como hei de fazer para me ver livre delas. Quer dizer, não são bem duas cabras, é uma Ovelha que era medrosa e só tratava das anhas, e uma Cabra cabrêz malvada que a levou por maus caminhos e agora não me dão sossego com a minha horta. O que é que eu faço?

    ResponderEliminar
  3. E contar episódios de criancinhas também é bem! Todos vão dizer "que esperta", "que querida", mesmo que o episódio contado dê mais para "se fosses meu filho levavas logo uma galheta, que ias ver"...

    ResponderEliminar
  4. Há caixas de comentários verdadeiramente deliciosas, em modo chat.
    (não estou a ironizar)

    ResponderEliminar
  5. Dianinha, no fundo do coração lamento não a poder ajudar, porque não consulta um blogger especialista em relações humanas? Diz que há vários por aí.
    (é o que me dizem, eu não sei)

    ResponderEliminar
  6. Obrigada, Pipoca, és uma querida.
    Vou procurar a ver se me podem ajudar a livrar-me dessas pragas que me roem tudo que nem o capim seco me deixam.
    Eu nunca pensei na minha vida que houvesse cabras assim tão famintas, ou se calha são cabras sem macho que andam irritadiças e eu é que pago as favas.
    Obrigada.
    Kiss, linda...

    ResponderEliminar
  7. E contar peripécias sobre um cãozinho abandonado que foi adoptado, um gatinho vadio que também veio lá para casa, o papagaio que cada vez está mais ordinário e só diz palavrões, a periquita que já tem um periquito, essas coisas é que geram comentários que é um ver se te avias.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.